[ 24/4/2017 ]
MAN fecha primeiro trimestre perto da me...

[ 24/4/2017 ]
Brasil quer ampliar participação dos ser...

[ 24/4/2017 ]
Analistas fazem indicações atentos à rec...

[ 24/4/2017 ]
Câmara rejeita projeto de isenção a taxa...

[ 24/4/2017 ]
Volkswagen Caminhões lança modelo para c...

[ 24/4/2017 ]
Fabricante de autopeças deverá ter filia...

[ 24/4/2017 ]
Prefeito de São Paulo quer dar prêmio a ...

[ 24/4/2017 ]
GM paralisa operações na Venezuela após ...

[ 24/4/2017 ]
Após fraudes, VW será ‘vigiada’ por três...

[ 24/4/2017 ]
Volvo confirma produção de seu primeiro ...

[ 20/4/2017 ]
Iveco Bus e Caio Induscar lançam primeir...

[ 20/4/2017 ]
"Rota 2030" vai substituir o Inovar-Auto...

[ 20/4/2017 ]
Com baixa demanda do agronegócio, montad...

[ 20/4/2017 ]
Montadoras premium tiveram melhores resu...

[ 20/4/2017 ]
Confiança do consumidor cresce 1,4% em a...

[ 20/4/2017 ]
Com novo up!, Volkswagen revela estratég...

[ 20/4/2017 ]
Rede Ford Caoa vende até o fim do mês Ra...

[ 20/4/2017 ]
Conversão do veículo para gás natural de...

[ 20/4/2017 ]
Câmara rejeita projeto de isenção a taxa...

[ 20/4/2017 ]
Cresce número de pessoas que dirigem apó...




 

Data: 19/4/2017

Nissan planta 300 mudas de espécies nativas ao redor do Complexo Industrial de Resende
 
A Nissan plantou mais 300 ipês roxos e amarelos no entorno do Complexo Industrial de Resende. As árvores são espécies nativas da região e as mudas chegaram na caçamba da Nova Nissan Frontier.

O plantio, realizado em parceria com o INEA - Instituto Estadual do Ambiente -, reafirma o compromisso da Nissan de ter em Resende uma de suas unidades mais sustentáveis do mundo.

As mudas foram preparadas por concessionários da Nissan, durante o lançamento da nova geração da picape. Elas simbolizam o compromisso de cada um deles com o desempenho da marca no ano fiscal de 2017, que começou agora no dia 1º de abril.

O respeito ao meio ambiente é um dos focos da Nissan desde o início da construção do Complexo Industrial de Resende. A nova ação de plantio de árvores representa mais um passo na composição do cinturão verde, que irá circundar a área da fábrica, revitalizando o entorno da unidade e contribuindo para a redução de emissões e ruídos. O cinturão ocupa uma área de 12 hectares, formada por 20 espécies do bioma original da região.

Sustentável também no lado de dentro

Se ao redor do Complexo Industrial de Resende a Nissan cuida da vegetação nativa, dentro da fábrica também há práticas inovadoras com relação à sustentabilidade e à preservação ambiental. Desde a própria concepção do projeto até os processos de produção.

Entre os destaques estão a iluminação, que aproveita ao máximo a luz natural por meio de claraboias e amplas janelas espalhadas por todo o complexo, e o adequado tratamento dos resíduos. Todos eles são destinados de forma ambientalmente correta para empresas especializadas e licenciadas, ou reaproveitados no próprio processo.

Fonte : Autos & Máquinas