[ 17/11/2017 ]
Volkswagen quer mais do que dobrar produ...

[ 17/11/2017 ]
Temor de nova condenação na OMC trava Ro...

[ 17/11/2017 ]
Disputa entre montadora e autopeça indep...

[ 17/11/2017 ]
Exportações de autopeças crescem 10,5% n...

[ 17/11/2017 ]
Montadora quer pedaço maior do mercado d...

[ 17/11/2017 ]
Honda ainda não tem planos para a fábric...

[ 17/11/2017 ]
Mercedes-Benz lança canais nas redes soc...

[ 17/11/2017 ]
Montadoras investem cada vez mais na mod...

[ 17/11/2017 ]
GM desafia Tesla com promessa de carros ...

[ 17/11/2017 ]
Volkswagen vai investir € 10 bilhões par...

[ 16/11/2017 ]
Produção de veículos reforça a indústria...

[ 16/11/2017 ]
AGCO desiste de negócio com a Kepler...

[ 16/11/2017 ]
Temer e empresários debatem programa aut...

[ 16/11/2017 ]
Mercado continua cauteloso sobre a recup...

[ 16/11/2017 ]
Reajuste de combustíveis impõe "viés de ...

[ 16/11/2017 ]
Fabricantes de motos premium veem retoma...

[ 16/11/2017 ]
Setor automotivo prevê empregos e cresci...

[ 16/11/2017 ]
Fiat viu em regime militar aval para fáb...

[ 16/11/2017 ]
Mercedes-Benz oferece um ano de manutenç...

[ 16/11/2017 ]
Grupo Volvo inaugura nova concessionária...




 

Data: 19/4/2017

Nissan planta 300 mudas de espécies nativas ao redor do Complexo Industrial de Resende
 
A Nissan plantou mais 300 ipês roxos e amarelos no entorno do Complexo Industrial de Resende. As árvores são espécies nativas da região e as mudas chegaram na caçamba da Nova Nissan Frontier.

O plantio, realizado em parceria com o INEA - Instituto Estadual do Ambiente -, reafirma o compromisso da Nissan de ter em Resende uma de suas unidades mais sustentáveis do mundo.

As mudas foram preparadas por concessionários da Nissan, durante o lançamento da nova geração da picape. Elas simbolizam o compromisso de cada um deles com o desempenho da marca no ano fiscal de 2017, que começou agora no dia 1º de abril.

O respeito ao meio ambiente é um dos focos da Nissan desde o início da construção do Complexo Industrial de Resende. A nova ação de plantio de árvores representa mais um passo na composição do cinturão verde, que irá circundar a área da fábrica, revitalizando o entorno da unidade e contribuindo para a redução de emissões e ruídos. O cinturão ocupa uma área de 12 hectares, formada por 20 espécies do bioma original da região.

Sustentável também no lado de dentro

Se ao redor do Complexo Industrial de Resende a Nissan cuida da vegetação nativa, dentro da fábrica também há práticas inovadoras com relação à sustentabilidade e à preservação ambiental. Desde a própria concepção do projeto até os processos de produção.

Entre os destaques estão a iluminação, que aproveita ao máximo a luz natural por meio de claraboias e amplas janelas espalhadas por todo o complexo, e o adequado tratamento dos resíduos. Todos eles são destinados de forma ambientalmente correta para empresas especializadas e licenciadas, ou reaproveitados no próprio processo.

Fonte : Autos & Máquinas