[ 23/2/2018 ]
Volkswagen ajuda fornecedor a retomar ri...

[ 23/2/2018 ]
Processo de eletrificação dos automóveis...

[ 23/2/2018 ]
Rota 2030 trava na Fazenda por impasse s...

[ 23/2/2018 ]
Presidente da Volkswagen afirma que cris...

[ 23/2/2018 ]
Volkswagen se junta a GM e Fiat e admite...

[ 23/2/2018 ]
Emprego com carteira assinada volta, mas...

[ 23/2/2018 ]
Competitividade insatisfatória ameaça o ...

[ 23/2/2018 ]
Honda Fit 2018 ganha itens de segurança...

[ 23/2/2018 ]
Grupo SHC inaugura concessionária Jaguar...

[ 23/2/2018 ]
CNH e Microsoft criam plataforma para má...

[ 22/2/2018 ]
Volvo retoma 2º turno depois de três ano...

[ 22/2/2018 ]
Rota 2030, novo regime automotivo, sai n...

[ 22/2/2018 ]
Ministro-interino do MDIC destaca papel ...

[ 22/2/2018 ]
Volvo estima alta de 30% no mercado de c...

[ 22/2/2018 ]
Setor automotivo: incerteza sobre progra...

[ 22/2/2018 ]
Próxima rodada ainda não fechará acordo ...

[ 22/2/2018 ]
Vendas de cotas de consórcios de automóv...

[ 22/2/2018 ]
Chevrolet Prisma Advantage tem novo visu...

[ 22/2/2018 ]
Bridgestone comemora 11 anos de operação...

[ 22/2/2018 ]
Cummins define passos para o futuro...




 

Data: 19/5/2017

Impressão 3D é destaque para novos projetos na MAN Latin America
 
A MAN Latin America vem crescendo de forma exponencial a utilização de sua impressora 3D. Hoje a máquina trabalha praticamente de forma ininterrupta para a produção de cerca de 250 peças protótipos ao ano. A fabricante dos caminhões e ônibus Volkswagen e MAN também passou a recorrer à tecnologia para produzir itens de maior complexidade e ainda moldes para outras peças.

O resultado é que a MAN Latin America atingiu uma redução de cerca de 80% no custo de desenvolvimento de modelos conceituais (mock ups, em inglês) na fase inicial dos novos projetos. O cronograma também é favorecido. Um processo que antes poderia chegar a dois meses, hoje leva dias. E a complexidade das peças impressas tem evoluído em velocidade acelerada, com a produção de componentes maiores e com riqueza de detalhes.

“Capacitamos nossos profissionais com esse know-how específico e cada vez mais ampliamos seu escopo de atuação. Essa é mais uma avançada ferramenta de engenharia que utilizamos para reduzir o custo de nossos produtos e garantir a competitividade frente ao mercado”, explica Leandro Siqueira, diretor de Engenharia do Desenvolvimento.

Antes de adquirir sua própria impressora 3D, a montadora comprava esse serviço. Desde 2013, trouxe essa tecnologia para dentro de casa e os ganhos são significativos. É possível imprimir modelos de praticamente qualquer peça, em apenas algumas horas, sem necessidade de desenvolver ferramentais específicos.

Outra frente nova de trabalho com a tecnologia é a impressão de moldes, que vão facilitar a produção de peças com materiais diferentes. Entre um projeto de engenharia e outro, os profissionais da montadora aproveitam a versatilidade da máquina para exercitar sua criatividade e talento em variadas aplicações, como a criação de troféus para premiações internas de reconhecimento.

A impressão é feita por sobreposição de material em camadas até que chegue ao resultado final do projeto. Em vez de tinta, essa impressora utiliza materiais termoplásticos e são adotados diferentes bicos, que produzem camadas mais ou menos espessas, de acordo com a necessidade de precisão de cada peça.

Com o projeto desenvolvido virtualmente, a MAN Latin America inicia a fabricação desses protótipos e rapidamente tem uma peça para as primeiras análises e avaliações. A impressora 3D permite a melhoria de projetos de desenvolvimento do produto, minimizando impacto em cronograma e custo.

Com esse processo bastante simplificado, é possível trabalhar ainda múltiplos projetos simultaneamente, com cronograma enxuto. As peças confeccionadas servem para a validação de modelos conceituais e avaliação de sua montagem e acessibilidade.

Fonte : Revista Torque