[ 21/8/2017 ]
Ford cancela 80 demissões e abre PDV em ...

[ 21/8/2017 ]
Volkswagen pode importar o Atlas para a ...

[ 21/8/2017 ]
Indústria mais "tecnológica" tem avanço ...

[ 21/8/2017 ]
Consórcio de veículos volta a crescer...

[ 21/8/2017 ]
Fiesp prevê fim de incentivos para “camp...

[ 21/8/2017 ]
Kia é responsável pelo transporte oficia...

[ 21/8/2017 ]
Fiat Strada 2018 tem preço entre R$ 47.2...

[ 21/8/2017 ]
Iveco inaugura quinta concessionária no ...

[ 21/8/2017 ]
Após 30 anos, a Puma ensaia volta às rua...

[ 21/8/2017 ]
Contran antecipa implementação da cartei...

[ 18/8/2017 ]
Segunda geração do Tiguan virá para brig...

[ 18/8/2017 ]
Movida faz aquisição e cria marca premiu...

[ 18/8/2017 ]
Cai tarifa de importação para 4,9 mil pr...

[ 18/8/2017 ]
Sinais que afetam a produção de petróleo...

[ 18/8/2017 ]
Produção de aço bruto em julho sobe 1% a...

[ 18/8/2017 ]
Funcionários da Mercedes-Benz entram em ...

[ 18/8/2017 ]
Novo Volvo XC60 tem isenção de IPI para ...

[ 18/8/2017 ]
Ford Caminhões oferece contratos de manu...

[ 18/8/2017 ]
“Kwid número 1”: Comprador recebe veícul...

[ 18/8/2017 ]
Super rodotrem está pronto...




 

Data: 19/5/2017

Impressão 3D é destaque para novos projetos na MAN Latin America
 
A MAN Latin America vem crescendo de forma exponencial a utilização de sua impressora 3D. Hoje a máquina trabalha praticamente de forma ininterrupta para a produção de cerca de 250 peças protótipos ao ano. A fabricante dos caminhões e ônibus Volkswagen e MAN também passou a recorrer à tecnologia para produzir itens de maior complexidade e ainda moldes para outras peças.

O resultado é que a MAN Latin America atingiu uma redução de cerca de 80% no custo de desenvolvimento de modelos conceituais (mock ups, em inglês) na fase inicial dos novos projetos. O cronograma também é favorecido. Um processo que antes poderia chegar a dois meses, hoje leva dias. E a complexidade das peças impressas tem evoluído em velocidade acelerada, com a produção de componentes maiores e com riqueza de detalhes.

“Capacitamos nossos profissionais com esse know-how específico e cada vez mais ampliamos seu escopo de atuação. Essa é mais uma avançada ferramenta de engenharia que utilizamos para reduzir o custo de nossos produtos e garantir a competitividade frente ao mercado”, explica Leandro Siqueira, diretor de Engenharia do Desenvolvimento.

Antes de adquirir sua própria impressora 3D, a montadora comprava esse serviço. Desde 2013, trouxe essa tecnologia para dentro de casa e os ganhos são significativos. É possível imprimir modelos de praticamente qualquer peça, em apenas algumas horas, sem necessidade de desenvolver ferramentais específicos.

Outra frente nova de trabalho com a tecnologia é a impressão de moldes, que vão facilitar a produção de peças com materiais diferentes. Entre um projeto de engenharia e outro, os profissionais da montadora aproveitam a versatilidade da máquina para exercitar sua criatividade e talento em variadas aplicações, como a criação de troféus para premiações internas de reconhecimento.

A impressão é feita por sobreposição de material em camadas até que chegue ao resultado final do projeto. Em vez de tinta, essa impressora utiliza materiais termoplásticos e são adotados diferentes bicos, que produzem camadas mais ou menos espessas, de acordo com a necessidade de precisão de cada peça.

Com o projeto desenvolvido virtualmente, a MAN Latin America inicia a fabricação desses protótipos e rapidamente tem uma peça para as primeiras análises e avaliações. A impressora 3D permite a melhoria de projetos de desenvolvimento do produto, minimizando impacto em cronograma e custo.

Com esse processo bastante simplificado, é possível trabalhar ainda múltiplos projetos simultaneamente, com cronograma enxuto. As peças confeccionadas servem para a validação de modelos conceituais e avaliação de sua montagem e acessibilidade.

Fonte : Revista Torque