[ 17/11/2017 ]
Volkswagen quer mais do que dobrar produ...

[ 17/11/2017 ]
Temor de nova condenação na OMC trava Ro...

[ 17/11/2017 ]
Disputa entre montadora e autopeça indep...

[ 17/11/2017 ]
Exportações de autopeças crescem 10,5% n...

[ 17/11/2017 ]
Montadora quer pedaço maior do mercado d...

[ 17/11/2017 ]
Honda ainda não tem planos para a fábric...

[ 17/11/2017 ]
Mercedes-Benz lança canais nas redes soc...

[ 17/11/2017 ]
Montadoras investem cada vez mais na mod...

[ 17/11/2017 ]
GM desafia Tesla com promessa de carros ...

[ 17/11/2017 ]
Volkswagen vai investir € 10 bilhões par...

[ 16/11/2017 ]
Produção de veículos reforça a indústria...

[ 16/11/2017 ]
AGCO desiste de negócio com a Kepler...

[ 16/11/2017 ]
Temer e empresários debatem programa aut...

[ 16/11/2017 ]
Mercado continua cauteloso sobre a recup...

[ 16/11/2017 ]
Reajuste de combustíveis impõe "viés de ...

[ 16/11/2017 ]
Fabricantes de motos premium veem retoma...

[ 16/11/2017 ]
Setor automotivo prevê empregos e cresci...

[ 16/11/2017 ]
Fiat viu em regime militar aval para fáb...

[ 16/11/2017 ]
Mercedes-Benz oferece um ano de manutenç...

[ 16/11/2017 ]
Grupo Volvo inaugura nova concessionária...




 

Data: 12/9/2017

Nissan lança nova geração do Leaf
 
O ascendente mercado mundial de veículos elétricos ganhou na última quarta-feira, 6, importante reforço: a Nissan lançou no Japão a nova geração do Leaf, seu principal produto e a maior aposta da montadora para o segmento em todo o mundo.

Com desenho bem mais atraente do que o da geração anterior, o carro é totalmente novo, ganhou várias tecnologias de condução autônoma e mais autonomia: agora pode rodar 400 quilômetros antes de uma recarga.

O modelo conta, por exemplo, com o ProPilot Park, sistema que, quando acionado, assume o controle das funções de esterçamento, aceleração, frenagem, troca de marchas e freio de estacionamento para colocar o veículo em uma vaga. Faz até baliza.

Há ainda dispositivos inéditos como o e-Pedal. Com ele, o motorista dá a partida, acelera, desacelera e para, bastando apenas aumentar ou diminuir a força exercida sobre o pedal do acelerador. Quando não há pressão, freios regenerativos ou de fricção são acionados automaticamente, permitindo parar totalmente o veículo e mantê-lo imóvel mesmo em ladeiras.

O Leaf chega em outubro às revendas da Nissan no Japão. No começo do ano que vem desembarca em diversos países da Europa, além dos Estados Unidos e Canadá, com motor de 110 kW de potência, cerca de 150 cavalos, e 320 Nm de torque.

No mercado japonês sairá por 3,1 milhões de ienes, cerca de US$ 28,9 mil. A montadora, porém, antecipa que terá uma segunda versão mais cara, mas mais potente e de maior autonomia, já em 2018.

Fonte : Auto Indústria