[ 17/11/2017 ]
Volkswagen quer mais do que dobrar produ...

[ 17/11/2017 ]
Temor de nova condenação na OMC trava Ro...

[ 17/11/2017 ]
Disputa entre montadora e autopeça indep...

[ 17/11/2017 ]
Exportações de autopeças crescem 10,5% n...

[ 17/11/2017 ]
Montadora quer pedaço maior do mercado d...

[ 17/11/2017 ]
Honda ainda não tem planos para a fábric...

[ 17/11/2017 ]
Mercedes-Benz lança canais nas redes soc...

[ 17/11/2017 ]
Montadoras investem cada vez mais na mod...

[ 17/11/2017 ]
GM desafia Tesla com promessa de carros ...

[ 17/11/2017 ]
Volkswagen vai investir € 10 bilhões par...

[ 16/11/2017 ]
Produção de veículos reforça a indústria...

[ 16/11/2017 ]
AGCO desiste de negócio com a Kepler...

[ 16/11/2017 ]
Temer e empresários debatem programa aut...

[ 16/11/2017 ]
Mercado continua cauteloso sobre a recup...

[ 16/11/2017 ]
Reajuste de combustíveis impõe "viés de ...

[ 16/11/2017 ]
Fabricantes de motos premium veem retoma...

[ 16/11/2017 ]
Setor automotivo prevê empregos e cresci...

[ 16/11/2017 ]
Fiat viu em regime militar aval para fáb...

[ 16/11/2017 ]
Mercedes-Benz oferece um ano de manutenç...

[ 16/11/2017 ]
Grupo Volvo inaugura nova concessionária...




 

Data: 12/9/2017

Agrale, de Caxias, prepara lote de 70 chassis para o Chile
 
Se o mercado interno está freado, o mesmo, felizmente, não ocorre com os negócios internacionais. A Agrale, de Caxias, acelera a produção de um lote de chassis da linha Microbus encomendado pelo Chile.

Das 70 unidades previstas no contrato, as primeiras 30 já estão em fase de finalização. As demais serão concluídas nos próximos meses.

Os chassis do modelo MA 9.2 foram customizados para atender ao mercado chileno. Foram adquiridos pela Comercial Motores de Los Andes SA, distribuidor Agrale no Chile, e serão utilizados como micro-ônibus para transporte urbano e rural (taxibus) por diversas empresas naquele país.

Parte do lote destinado ao Chile será encarroçada no Brasil (Marcopolo, Comil, Mascarello, Neobus, Caio/Induscar e Bepobus). Outra parcela levará carroceria da Inrecar, empresa com 45 anos de tradição no mercado chileno.

"Nossos negócios com o Chile vêm crescendo, seguindo a tendência de alta em nossas exportações para diversos outros países" avalia o diretor de Vendas da Agrale, Edson Martins.

Fonte : Pioneiro/Silvana Toazza