[ 20/10/2017 ]
Kia investe R$ 165 milhões para renascer...

[ 20/10/2017 ]
Com fim do Inovar-Auto, importadoras de ...

[ 20/10/2017 ]
Usinas já veem oportunidade com carro el...

[ 20/10/2017 ]
Petrobras anuncia alta de 0,20% no preço...

[ 20/10/2017 ]
Brasil avança em ranking de expansão da ...

[ 20/10/2017 ]
Montadora chinesa Chery quer vender 50% ...

[ 20/10/2017 ]
Novo centro de simulação da FCA acelera ...

[ 20/10/2017 ]
Cummins revigorada...

[ 20/10/2017 ]
Por que você deve comprar um carro usado...

[ 20/10/2017 ]
Contran regulamenta padrões para semáfor...

[ 19/10/2017 ]
Montadoras liberam linhas de crédito par...

[ 19/10/2017 ]
Venda de consórcio volta a bater recorde...

[ 19/10/2017 ]
Multas de trânsito poderão ser parcelada...

[ 19/10/2017 ]
"Prévia" do PIB cai 0,38% em agosto, mas...

[ 19/10/2017 ]
Megale, da Anfavea: “O humor mudou”....

[ 19/10/2017 ]
Novo HB20 não vai crescer para brigar co...

[ 19/10/2017 ]
BMW confirma novo X3 ao Brasil para o pr...

[ 19/10/2017 ]
Chevrolet lança série especial S10 100 Y...

[ 19/10/2017 ]
Toyota lança Hilux e SW4 2018 com cinco ...

[ 19/10/2017 ]
Honda Fit traz mais segurança do que tec...




 

Data: 13/9/2017

VW investe bilhões em carros elétricos na busca por mercado de massa
 
A Volkswagen está intensificando sua migração para carros elétricos e planeja investir mais de 20 bilhões de euros em veículos que não emitem poluentes até 2030 para desafiar a pioneira Tesla no desenvolvimento de um mercado de massa.

A maior montadora do mundo em vendas disse nesta segunda-feira que aumentou seu objetivo para lançar 80 novos modelos elétricos através de seu grupo multimarcas até 2015, em comparação com a meta anterior de 30 novos carros. A Volkswagen também quer oferecer uma versão elétrica para cada um de seus 300 modelos do grupo até 2030.

A empresa alemã disse anteriormente que investiria mais de 10 bilhões de euros até 2025 em uma migração para veículos elétricos.

Antes do escândalo de emissão de poluentes revelado há dois anos, a VW retardou o desenvolvimento em carros elétricos e tecnologia autônoma. Mas o "dieselgate" provocou uma mudança estratégica, a medida que os eventos aumentaram a pressão sobre as montadoras para acelerar o desenvolvimento de modelos que não emitam poluentes.

"Uma empresa como a Volkswagen precisa liderar, não seguir", disse o presidente-executivo, Matthias Mueller, a jornalistas.

O chamado modelo ID da VW competirá com o carro menos caro da Tesla para consumidores do mercado de massa, o novo sedã Model 3 com preço-base em 35 mil dólares.

As crescentes restrições e custos para veículos movidos a diesel e a gasolina estão estimulando o aumento de carros elétricos, embora os analistas digam que grande investimentos em pontos de recarga e redes de energia serão necessários para atender um mercado de massa.

Fonte : Reuters/Andreas Cremer