[ 13/7/2018 ]
Mercado automotivo deve crescer 11,8% em...

[ 13/7/2018 ]
Governo facilita a importação de autopeç...

[ 13/7/2018 ]
Deficientes agora só podem revender carr...

[ 13/7/2018 ]
Câmara e Senado aprovam MP do Frete...

[ 13/7/2018 ]
Balanço da Anfir aponta trajetória de re...

[ 13/7/2018 ]
Ford reposiciona preços da linha Focus...

[ 13/7/2018 ]
No transporte escolar, todo cuidado é po...

[ 13/7/2018 ]
Única versão com pegada esportiva do hat...

[ 13/7/2018 ]
Tata Nano em tempo de dizer adeus...

[ 13/7/2018 ]
O “carro a sol” da FCA...

[ 12/7/2018 ]
Crise automotiva no Brasil ainda pode pi...

[ 12/7/2018 ]
Mercedes-Benz lidera segmento de caminhõ...

[ 12/7/2018 ]
Fiscalização pode ser risco para adensam...

[ 12/7/2018 ]
Financiamentos de veículos novos recuam ...

[ 12/7/2018 ]
Consórcio expande vendas em 10,1% no ano...

[ 12/7/2018 ]
Ampliada restrição para compra direta de...

[ 12/7/2018 ]
Setor duas rodas exibe recuperação apesa...

[ 12/7/2018 ]
Alumínio e aço mais leves impulsionam re...

[ 12/7/2018 ]
Renault duplicará produção do elétrico Z...

[ 12/7/2018 ]
Reguladores dos EUA discutem segurança d...




 

Data: 10/10/2017

Anfir e Apex-Brasil renovam acordo para incentivo das exportações
 
A Anfir, Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários, entidade que congrega mais de 150 empresas nacionais, renovou acordo com a Apex-Brasil, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, para incentivo e desenvolvimento das exportações do setor. A parceria, a segunda entre as entidades, tem prazo de um ano.

A indústria brasileira exportou 2.426 implementos de janeiro a agosto, contra 2.547 no mesmo período do ano passado, recuo de 4,7%. “A renovação do acordo com a Apex-Brasil deverá trazer mais dinamismo aos esforços de internacionalização da indústria”, pondera Mario Rinaldi, diretor executivo da Anfir.

A primeira ação da parceria nesta nova fase será uma rodada de negócios com importadores latino-americanos durante a Fenatran 2017, que acontece de 16 a 20 de outubro no São Paulo Expo, centro de convenções e feiras na Zona Sul de São Paulo.

Mercado interno

Se os embarques ainda estão com desempenho negativo em 2017, as vendas ao mercado interno têm curva ainda mais declinante. No acumulado até setembro, foram emplacados somente 41,6 mil implementos, 13% menos do que nos nove primeiros meses de 2016.

Porém, dos quinze segmentos de reboques e semirreboques, cinco - basculante, baú carga geral, dolly, baú lonado e tanque carbono - já apresentaram variação positiva no período.

“Esse indicativo corrobora a impressão de que o setor está na rota de recuperação, lenta mas sem oscilações para baixo”, diz Alcides Braga, presidente da Anfir ANFIR-Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários.

Fonte : AutoIndústria