[ 17/11/2017 ]
Volkswagen quer mais do que dobrar produ...

[ 17/11/2017 ]
Temor de nova condenação na OMC trava Ro...

[ 17/11/2017 ]
Disputa entre montadora e autopeça indep...

[ 17/11/2017 ]
Exportações de autopeças crescem 10,5% n...

[ 17/11/2017 ]
Montadora quer pedaço maior do mercado d...

[ 17/11/2017 ]
Honda ainda não tem planos para a fábric...

[ 17/11/2017 ]
Mercedes-Benz lança canais nas redes soc...

[ 17/11/2017 ]
Montadoras investem cada vez mais na mod...

[ 17/11/2017 ]
GM desafia Tesla com promessa de carros ...

[ 17/11/2017 ]
Volkswagen vai investir € 10 bilhões par...

[ 16/11/2017 ]
Produção de veículos reforça a indústria...

[ 16/11/2017 ]
AGCO desiste de negócio com a Kepler...

[ 16/11/2017 ]
Temer e empresários debatem programa aut...

[ 16/11/2017 ]
Mercado continua cauteloso sobre a recup...

[ 16/11/2017 ]
Reajuste de combustíveis impõe "viés de ...

[ 16/11/2017 ]
Fabricantes de motos premium veem retoma...

[ 16/11/2017 ]
Setor automotivo prevê empregos e cresci...

[ 16/11/2017 ]
Fiat viu em regime militar aval para fáb...

[ 16/11/2017 ]
Mercedes-Benz oferece um ano de manutenç...

[ 16/11/2017 ]
Grupo Volvo inaugura nova concessionária...




 

Data: 10/10/2017

Anfir e Apex-Brasil renovam acordo para incentivo das exportações
 
A Anfir, Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários, entidade que congrega mais de 150 empresas nacionais, renovou acordo com a Apex-Brasil, a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, para incentivo e desenvolvimento das exportações do setor. A parceria, a segunda entre as entidades, tem prazo de um ano.

A indústria brasileira exportou 2.426 implementos de janeiro a agosto, contra 2.547 no mesmo período do ano passado, recuo de 4,7%. “A renovação do acordo com a Apex-Brasil deverá trazer mais dinamismo aos esforços de internacionalização da indústria”, pondera Mario Rinaldi, diretor executivo da Anfir.

A primeira ação da parceria nesta nova fase será uma rodada de negócios com importadores latino-americanos durante a Fenatran 2017, que acontece de 16 a 20 de outubro no São Paulo Expo, centro de convenções e feiras na Zona Sul de São Paulo.

Mercado interno

Se os embarques ainda estão com desempenho negativo em 2017, as vendas ao mercado interno têm curva ainda mais declinante. No acumulado até setembro, foram emplacados somente 41,6 mil implementos, 13% menos do que nos nove primeiros meses de 2016.

Porém, dos quinze segmentos de reboques e semirreboques, cinco - basculante, baú carga geral, dolly, baú lonado e tanque carbono - já apresentaram variação positiva no período.

“Esse indicativo corrobora a impressão de que o setor está na rota de recuperação, lenta mas sem oscilações para baixo”, diz Alcides Braga, presidente da Anfir ANFIR-Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários.

Fonte : AutoIndústria