[ 23/10/2017 ]
Iveco lança edições especiais em comemor...

[ 23/10/2017 ]
Na crise, matrizes enviam R$ 60 bilhões ...

[ 23/10/2017 ]
Venda de caminhão dependerá menos do BND...

[ 23/10/2017 ]
Consumo puxa retomada gradual, mas sólid...

[ 23/10/2017 ]
Carro conectado requer aplicações mais s...

[ 23/10/2017 ]
Aceleradora divulga oito startups que vã...

[ 23/10/2017 ]
O glamour está de volta…...

[ 23/10/2017 ]
Novo CR-V chega ao País no primeiro bime...

[ 23/10/2017 ]
Chevrolet Deluxe 1941 é o regaste da inf...

[ 23/10/2017 ]
Permissão internacional para dirigir é a...

[ 20/10/2017 ]
Kia investe R$ 165 milhões para renascer...

[ 20/10/2017 ]
Com fim do Inovar-Auto, importadoras de ...

[ 20/10/2017 ]
Usinas já veem oportunidade com carro el...

[ 20/10/2017 ]
Petrobras anuncia alta de 0,20% no preço...

[ 20/10/2017 ]
Brasil avança em ranking de expansão da ...

[ 20/10/2017 ]
Montadora chinesa Chery quer vender 50% ...

[ 20/10/2017 ]
Novo centro de simulação da FCA acelera ...

[ 20/10/2017 ]
Cummins revigorada...

[ 20/10/2017 ]
Por que você deve comprar um carro usado...

[ 20/10/2017 ]
Contran regulamenta padrões para semáfor...




 

Data: 10/10/2017

Exportações de máquinas agrícolas superam US$ 2 bilhões
 
Assim como acontece em outros segmentos do setor automotivo, também no de máquinas agrícolas e rodoviárias os bons números na área externa têm garantindo aumento da produção bem acima do desempenho interno. No acumulado dos primeiros nove meses do ano foram fabricadas 43.993 dessas unidades, o que representou crescimento de 20,3% sobre as 36.562 do mesmo período do ano passado.

As exportações de máquinas agrícolas e rodoviárias até setembro atingiram 9.940 unidades, total 38,4% superior às 7.130 unidades embarcadas nos primeiros nove meses de 2016. Em receita o desempenho é ainda mais positivo, fruto do mix que este ano contempla produtos de maior valor agregado. As exportações do segmento já superaram US$ 2,1 bilhões, alta de 53% sobre a receita de US$ 1,37 bilhão obtida no período janeiro a setembro do ano passado.

No caso do mercado interno, o segmento registra acréscimo de 8,5% no ano, com 33,5 mil unidades comercializadas contra as 30,9 mil do mesmo período de 2016. Os dados foram divulgados na quinta-feira, 5 , pela Anfavea, e indicam um quadro de mão de obra nos fabricantes de máquinas agrícolas e rodoviárias na faixa de 18,7 mil empregados. Em relação a setembro do ano passado houve crescimento de 13,2% no número de empregos, com a criação de

Por subsegmento, o único que tem produção em queda, na faixa de 24% este ano, é o de cultivadores motorizados. Os demais estão todos em alta, que é de 20% no caso do tratores de rodas e de 42% no de tratores de esteira. Também cresce em ritmo acelerado, de 33%, a fabricação de colheitadeiras de grãos.

Fonte : AutoIndústria