[ 21/9/2018 ]
Volkswagen já avalia alternativas para a...

[ 21/9/2018 ]
Rota 2030 deverá passar no Congresso em ...

[ 21/9/2018 ]
Veículos mais "limpos" evoluem, mas aind...

[ 21/9/2018 ]
Volkswagen trabalhará aos sábados...

[ 21/9/2018 ]
Preço do GNV sobe mais do que o da gasol...

[ 21/9/2018 ]
ANP libera mais R$706,6 milhões à Petrob...

[ 21/9/2018 ]
Diminui a confiança dos empresários da i...

[ 21/9/2018 ]
Jetta ganha traços mais esportivos na li...

[ 21/9/2018 ]
Ambiental restaura trólebus que reúne a ...

[ 21/9/2018 ]
Ônibus, responsável pelo transporte de 8...

[ 20/9/2018 ]
Scania volta a produzir em dois turnos e...

[ 20/9/2018 ]
Mercedes-Benz do Brasil lança os caminhõ...

[ 20/9/2018 ]
Secex faz ajustes em normas para importa...

[ 20/9/2018 ]
Chefe da Mercedes-Benz diz esperar que e...

[ 20/9/2018 ]
MDIC e Toyota firmam memorando e montado...

[ 20/9/2018 ]
Crise argentina derruba exportações bras...

[ 20/9/2018 ]
Consórcio de veículos segue em expansão...

[ 20/9/2018 ]
Rota 2030 deixa ao menos 63 autopeças de...

[ 20/9/2018 ]
Em mundo repleto de robôs, montadoras co...

[ 20/9/2018 ]
Google busca levar o Android aos automóv...




 

Data: 11/10/2017

Petrobras anuncia quedas de 2,60% no preço da gasolina e de 0,20% no diesel
 
A Petrobras anunciou um novo reajuste para os combustíveis, com queda de 2,60% no preço da gasolina nas refinarias e recuo de 0,20% no preço do diesel. Os novos valores valem a partir da quarta-feira, dia 11 de outubro.

A nova política de revisão de preços foi divulgada pela petroleira no dia 30 de junho. Com o novo modelo, a Petrobras espera acompanhar as condições do mercado e enfrentar a concorrência de importadores.

Em vez de esperar um mês para ajustar seus preços, a Petrobras agora avalia todas as condições do mercado para se adaptar, o que pode acontecer diariamente.

Além da concorrência, na decisão de revisão de preços, pesam as informações sobre o câmbio e as cotações internacionais.

Fonte : Reuters