[ 17/11/2017 ]
Volkswagen quer mais do que dobrar produ...

[ 17/11/2017 ]
Temor de nova condenação na OMC trava Ro...

[ 17/11/2017 ]
Disputa entre montadora e autopeça indep...

[ 17/11/2017 ]
Exportações de autopeças crescem 10,5% n...

[ 17/11/2017 ]
Montadora quer pedaço maior do mercado d...

[ 17/11/2017 ]
Honda ainda não tem planos para a fábric...

[ 17/11/2017 ]
Mercedes-Benz lança canais nas redes soc...

[ 17/11/2017 ]
Montadoras investem cada vez mais na mod...

[ 17/11/2017 ]
GM desafia Tesla com promessa de carros ...

[ 17/11/2017 ]
Volkswagen vai investir € 10 bilhões par...

[ 16/11/2017 ]
Produção de veículos reforça a indústria...

[ 16/11/2017 ]
AGCO desiste de negócio com a Kepler...

[ 16/11/2017 ]
Temer e empresários debatem programa aut...

[ 16/11/2017 ]
Mercado continua cauteloso sobre a recup...

[ 16/11/2017 ]
Reajuste de combustíveis impõe "viés de ...

[ 16/11/2017 ]
Fabricantes de motos premium veem retoma...

[ 16/11/2017 ]
Setor automotivo prevê empregos e cresci...

[ 16/11/2017 ]
Fiat viu em regime militar aval para fáb...

[ 16/11/2017 ]
Mercedes-Benz oferece um ano de manutenç...

[ 16/11/2017 ]
Grupo Volvo inaugura nova concessionária...




 

Data: 19/10/2017

Toyota lança Hilux e SW4 2018 com cinco novas versões
 
A Toyota apresenta a linha 2018 da picape média Hilux e seu SUV derivado SW4 com grandes mudanças no leque de versões. Foram introduzidas cinco novas configurações, três para a picape e duas para o utilitário. Estarão nas concessionárias a partir de 26 de outubro, com preços que vão de R$ 108.990 a R$ 193.270 para a Hilux e de R$ 152.090 a R$ 252.790 para a SW4.

Trocaram a versão SR diesel da Hilux pela série especial SR Challenge, por R$ 161.990. É equipada com o motor 2.8 turbodiesel de 177 cv a 3.400 rpm e 45,9 kgfm entre 1.600 e 2.400 rpm, combinado ao câmbio automático de 6 marchas e tração 4×4. A diferença é estética, com rodas de liga leve de 17” pintadas de preto, faróis com máscara negra, lanternas traseiras escurecidas, protetor de para-choques, grade preta, e adesivos pela carroceria com o emblema do modelo. No interior, o acabamento ganhou costuras vermelhas e painel que combina vermelho e preto.

É equipada com central multimídia com tela sensível ao toque de 7” com Bluetooth, câmera de ré, vidros elétricos para as quatro portas com função one-touch, travas elétricas, retrovisores com ajuste elétrico, volante multifuncional e computador de bordo. Será vendida nas cores Branco Polar e Vermelho Metálico.

A outra novidade da Hilux é a SR 4×2. Sob o capô está o motor 2.7 Dual VVT-i Flex de 163 cv a 5.000 rpm e 25 kgfm de torque a 4.000 rpm. Nesta configuração, utiliza a transmissão manual de 5 marchas. Será a nova versão de entrada da picape, por R$ 108.990. Vem com ar-condicionado, banco do motorista com ajuste de altura, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, computador de bordo, controle de cruzeiro, direção hidráulica, faróis de neblina, rodas de liga leve 17” e sistema de som com DVD, Bluetooth e USB.

Para a SW4, a boa nova é a configuração SRV 4×2 Flex de sete lugares. Usa o mesmo motor 2.7 de 163 cv e conta com o câmbio automático de 6 marchas. Os equipamentos são airbags laterais e de cortina, ar-condicionado automático, banco do motorista com ajuste elétrico, assentos de couro, computador de bordo, acabamento do painel com madeira, volante com ajuste de altura e profundidade, central multimídia com tela touchscreen de 7”, câmera de ré e paddle shifts no volante para trocar manuais de marcha. Custa R$ 178.990.

Essas três versões são para o público geral. As outras duas são destinadas para vendas diretas. São a Hilux diesel 4×4 Narrow cabine dupla, por R$ 135.780, e a SW4 SR diesel 4×4 automática de cinco lugares, comercializada por R$ 228.320. Além da adição na linha, os modelos topo de linha SRX foram equipados com faróis de neblina em LED e, para a SW4 SRX, foi adicionado banco com ajuste elétrico para o passageiro.

Fonte : Carplace/Motor1