[ 17/11/2017 ]
Volkswagen quer mais do que dobrar produ...

[ 17/11/2017 ]
Temor de nova condenação na OMC trava Ro...

[ 17/11/2017 ]
Disputa entre montadora e autopeça indep...

[ 17/11/2017 ]
Exportações de autopeças crescem 10,5% n...

[ 17/11/2017 ]
Montadora quer pedaço maior do mercado d...

[ 17/11/2017 ]
Honda ainda não tem planos para a fábric...

[ 17/11/2017 ]
Mercedes-Benz lança canais nas redes soc...

[ 17/11/2017 ]
Montadoras investem cada vez mais na mod...

[ 17/11/2017 ]
GM desafia Tesla com promessa de carros ...

[ 17/11/2017 ]
Volkswagen vai investir € 10 bilhões par...

[ 16/11/2017 ]
Produção de veículos reforça a indústria...

[ 16/11/2017 ]
AGCO desiste de negócio com a Kepler...

[ 16/11/2017 ]
Temer e empresários debatem programa aut...

[ 16/11/2017 ]
Mercado continua cauteloso sobre a recup...

[ 16/11/2017 ]
Reajuste de combustíveis impõe "viés de ...

[ 16/11/2017 ]
Fabricantes de motos premium veem retoma...

[ 16/11/2017 ]
Setor automotivo prevê empregos e cresci...

[ 16/11/2017 ]
Fiat viu em regime militar aval para fáb...

[ 16/11/2017 ]
Mercedes-Benz oferece um ano de manutenç...

[ 16/11/2017 ]
Grupo Volvo inaugura nova concessionária...




 

Data: 19/10/2017

BMW confirma novo X3 ao Brasil para o primeiro semestre de 2018
 
De forma sucinta e pouco profunda, a BMW do Brasil informou que a terceira geração do X3 chegará ao Brasil no primeiro semestre de 2018, com alterações por fora e no interior e, sob o capô, dois tipos de motores a diesel e três a gasolina. No entanto, não foi especificado qual configuração virá ao Brasil.

Na estética do SUV, notam-se as alterações feitas pelos designers da marca nos para-choques, grades dianteiras e nos faróis de milhas, este agora no formato horizontal no lugar do que era ovalado.

Atrás, as mudanças são mais sutis, com as lanternas menos angulosas, difusor traseiro modificado e, agora, duplas ponteiras para o sistema de escape.

Além disso, o SAV - Sports Activity Vehicle -, nomenclatura dada pelo marketing da marca ao que chamamos de SUV, está maior do que o modelo antecessor, graças ao uso da mesma plataforma do sedã Série 5, a CLAR - Cluster Architecture.

Embaixo do capô, mistério para o mercado nacional, mas não ao europeu. São três versões a gasolina, sendo 2.0 de 184 cavalos, 2.0 com 252 cv e a inédita versão esportiva M para o modelo, com 360 cv. Para as versões a diesel, será o 2.0 com 190 cv e o 3.0 com 265 cv.

Tecnologias

De acordo com as informações da marca, houve acréscimo na adoção de alumínio no motor e na suspensão, o que gerou redução de 55 quilos para o novo X3. Há também inúmeras tecnologias de condução, como o alerta para impacto lateral, monitoramento de ponto cego, acionamento por gestos para o sistema de entretenimento e o de navegação, dentre outros.

No Brasil, a planta da BMW em Araquari, SC, produz a segunda geração do X3, além do Série 3, X1, e BMW X4. Mas, ao que indica, o novo SUV virá importado dos EUA, ainda sem preço definido.

Fonte : Carsughi/Lucas Henk