[ 17/10/2018 ]
BNDES aprova R$ 6,7 milhões para estaçõe...

[ 17/10/2018 ]
Média diária na quinzena supera 10,5 mil...

[ 17/10/2018 ]
Bolsonaro quer destravar projetos de inf...

[ 17/10/2018 ]
Exportador teme ações de novo governo...

[ 17/10/2018 ]
Déficit das autopeças cresce 17% este an...

[ 17/10/2018 ]
Mercedes-Benz comemora novas vendas de ô...

[ 17/10/2018 ]
Mercedes-Benz leva o balcão de peças par...

[ 17/10/2018 ]
Continental Pneus lança banda de rodagem...

[ 17/10/2018 ]
Randon Implementos lança em Chapecó nova...

[ 17/10/2018 ]
Fábrica da Volkswagen em São Carlos cele...

[ 16/10/2018 ]
Venda de carros desacelera em 2019...

[ 16/10/2018 ]
Vendas diretas já respondem por quase a ...

[ 16/10/2018 ]
Incerteza política derruba Brasil em ran...

[ 16/10/2018 ]
Acionistas não desistirão do Brasil, diz...

[ 16/10/2018 ]
Justiça suspende instalação de placas pa...

[ 16/10/2018 ]
Anistia de multas pode ser votada hoje n...

[ 16/10/2018 ]
Hatches pequenos e SUVS dominam o mercad...

[ 16/10/2018 ]
Venda de automóveis na China sofre a mai...

[ 16/10/2018 ]
Ford Europa inicia produção da van elétr...

[ 16/10/2018 ]
Scania na Fetranslog: vivenciando os ben...




 

Data: 19/10/2017

BMW confirma novo X3 ao Brasil para o primeiro semestre de 2018
 
De forma sucinta e pouco profunda, a BMW do Brasil informou que a terceira geração do X3 chegará ao Brasil no primeiro semestre de 2018, com alterações por fora e no interior e, sob o capô, dois tipos de motores a diesel e três a gasolina. No entanto, não foi especificado qual configuração virá ao Brasil.

Na estética do SUV, notam-se as alterações feitas pelos designers da marca nos para-choques, grades dianteiras e nos faróis de milhas, este agora no formato horizontal no lugar do que era ovalado.

Atrás, as mudanças são mais sutis, com as lanternas menos angulosas, difusor traseiro modificado e, agora, duplas ponteiras para o sistema de escape.

Além disso, o SAV - Sports Activity Vehicle -, nomenclatura dada pelo marketing da marca ao que chamamos de SUV, está maior do que o modelo antecessor, graças ao uso da mesma plataforma do sedã Série 5, a CLAR - Cluster Architecture.

Embaixo do capô, mistério para o mercado nacional, mas não ao europeu. São três versões a gasolina, sendo 2.0 de 184 cavalos, 2.0 com 252 cv e a inédita versão esportiva M para o modelo, com 360 cv. Para as versões a diesel, será o 2.0 com 190 cv e o 3.0 com 265 cv.

Tecnologias

De acordo com as informações da marca, houve acréscimo na adoção de alumínio no motor e na suspensão, o que gerou redução de 55 quilos para o novo X3. Há também inúmeras tecnologias de condução, como o alerta para impacto lateral, monitoramento de ponto cego, acionamento por gestos para o sistema de entretenimento e o de navegação, dentre outros.

No Brasil, a planta da BMW em Araquari, SC, produz a segunda geração do X3, além do Série 3, X1, e BMW X4. Mas, ao que indica, o novo SUV virá importado dos EUA, ainda sem preço definido.

Fonte : Carsughi/Lucas Henk