[ 23/2/2018 ]
Volkswagen ajuda fornecedor a retomar ri...

[ 23/2/2018 ]
Processo de eletrificação dos automóveis...

[ 23/2/2018 ]
Rota 2030 trava na Fazenda por impasse s...

[ 23/2/2018 ]
Presidente da Volkswagen afirma que cris...

[ 23/2/2018 ]
Volkswagen se junta a GM e Fiat e admite...

[ 23/2/2018 ]
Emprego com carteira assinada volta, mas...

[ 23/2/2018 ]
Competitividade insatisfatória ameaça o ...

[ 23/2/2018 ]
Honda Fit 2018 ganha itens de segurança...

[ 23/2/2018 ]
Grupo SHC inaugura concessionária Jaguar...

[ 23/2/2018 ]
CNH e Microsoft criam plataforma para má...

[ 22/2/2018 ]
Volvo retoma 2º turno depois de três ano...

[ 22/2/2018 ]
Rota 2030, novo regime automotivo, sai n...

[ 22/2/2018 ]
Ministro-interino do MDIC destaca papel ...

[ 22/2/2018 ]
Volvo estima alta de 30% no mercado de c...

[ 22/2/2018 ]
Setor automotivo: incerteza sobre progra...

[ 22/2/2018 ]
Próxima rodada ainda não fechará acordo ...

[ 22/2/2018 ]
Vendas de cotas de consórcios de automóv...

[ 22/2/2018 ]
Chevrolet Prisma Advantage tem novo visu...

[ 22/2/2018 ]
Bridgestone comemora 11 anos de operação...

[ 22/2/2018 ]
Cummins define passos para o futuro...




 

Data: 7/12/2017

Volkswagen tem novo vice-presidente de finanças para América do Sul e Brasil
 
A Volkswagen anunciou o novo vice-presidente de finanças para a região América do Sul e Brasil: Oliver Schmidt, que começou a carreira na empresa em 1982, como especialista de contabilidade, e atuava como vice-presidente de finanças da SAIC VW desde 2009. Por aqui, o executivo substituiu Osmair Garcia, que se aposentou após 32 anos de trabalho.

Formado em Administração de Indústrias em Wolfsburg e Braunschweig, na Alemanha, Schmidt atuou como chefe representante da marca em Taiwan a partir de 1995. Em 1998, retornou à Europa como responsável comercial de unidades de negócio da divisão de veículos comerciais leves em Hannover e, em 2000, foi transferido à Seat, na Espanha.

De acordo com o fabricante, o executivo será responsável pela gestão do aporte de R$ 7 bilhões que a marca investirá no mercado nacional até 2020. Vale lembrar que já foram anunciados novos planos para o lançamento de 20 modelos nos próximos três anos – entre eles, o sucessor do Gol e um SUV derivado do Polo – sendo 13 deles feitos aqui.

Fonte : Auto Esporte