[ 22/5/2018 ]
Financiamento de carro tem alta de quase...

[ 22/5/2018 ]
Produção de ônibus cresce 53%...

[ 22/5/2018 ]
IPI dos veículos seguirá baseado na capa...

[ 22/5/2018 ]
Burocracia trava comércio exterior...

[ 22/5/2018 ]
Consumo brasileiro de aço mantém ritmo d...

[ 22/5/2018 ]
Consumo de gás natural aumenta 9% no tri...

[ 22/5/2018 ]
Volvo Cars amplia rede e anuncia cinco n...

[ 22/5/2018 ]
Sem avanço nas negociações, greve contin...

[ 22/5/2018 ]
Volkswagen Gol e Voyage chegam à linha 2...

[ 22/5/2018 ]
Paralisação de caminhoneiros contra alta...

[ 21/5/2018 ]
CEO da Volkswagen expõe apreensão com o ...

[ 21/5/2018 ]
Negociação sobre carros avança entre UE ...

[ 21/5/2018 ]
Trabalhador volta a ter força no berço d...

[ 21/5/2018 ]
Retomada econômica será a mais lenta da ...

[ 21/5/2018 ]
RenovaBio ainda enfrenta divergência qua...

[ 21/5/2018 ]
Volvo amplia capacidades de seus caminhõ...

[ 21/5/2018 ]
XC60 equaciona luxo, desempenho e tecnol...

[ 21/5/2018 ]
Fiat deixará de fabricar carros para mer...

[ 21/5/2018 ]
Uruguai possui trajeto completo de bomba...

[ 21/5/2018 ]
Volkswagen abre inscrições para o "Talen...




 

Data: 7/12/2017

Volkswagen tem novo vice-presidente de finanças para América do Sul e Brasil
 
A Volkswagen anunciou o novo vice-presidente de finanças para a região América do Sul e Brasil: Oliver Schmidt, que começou a carreira na empresa em 1982, como especialista de contabilidade, e atuava como vice-presidente de finanças da SAIC VW desde 2009. Por aqui, o executivo substituiu Osmair Garcia, que se aposentou após 32 anos de trabalho.

Formado em Administração de Indústrias em Wolfsburg e Braunschweig, na Alemanha, Schmidt atuou como chefe representante da marca em Taiwan a partir de 1995. Em 1998, retornou à Europa como responsável comercial de unidades de negócio da divisão de veículos comerciais leves em Hannover e, em 2000, foi transferido à Seat, na Espanha.

De acordo com o fabricante, o executivo será responsável pela gestão do aporte de R$ 7 bilhões que a marca investirá no mercado nacional até 2020. Vale lembrar que já foram anunciados novos planos para o lançamento de 20 modelos nos próximos três anos – entre eles, o sucessor do Gol e um SUV derivado do Polo – sendo 13 deles feitos aqui.

Fonte : Auto Esporte