[ 16/1/2019 ]
Produção de picapes marca início da parc...

[ 16/1/2019 ]
Setor de caminhões em bom momento...

[ 16/1/2019 ]
Setor automotivo segue otimista, mas pre...

[ 16/1/2019 ]
Com DNA alemão, concessionária Ssangyong...

[ 16/1/2019 ]
Os 60 anos do Fusca brasileiro...

[ 16/1/2019 ]
Fornecedora de montadoras implanta plata...

[ 16/1/2019 ]
Carros Autônomos: marca americana mostra...

[ 16/1/2019 ]
VW produzirá modelos elétricos nos EUA...

[ 16/1/2019 ]
Salão de Detroit abre com incertezas sob...

[ 16/1/2019 ]
SUV, caminhões e carros esportivos prota...

[ 15/1/2019 ]
Autopeças faturam 18,9% a mais até novem...

[ 15/1/2019 ]
Com reação da indústria, mercado de ônib...

[ 15/1/2019 ]
CNH anuncia nova estrutura organizaciona...

[ 15/1/2019 ]
País já fez consultas à UE sobre limites...

[ 15/1/2019 ]
Pela quarta vez, Onix é mais vendido...

[ 15/1/2019 ]
Granero renova a frota com 10 VW Constel...

[ 15/1/2019 ]
Grupo Daimler Trucks global vende mais d...

[ 15/1/2019 ]
Tecnologia busca controle total da mobil...

[ 15/1/2019 ]
Ônibus urbanos elétricos eCitaro da Merc...

[ 15/1/2019 ]
SUV, caminhões e carros esportivos prota...




 

Data: 14/12/2017

Renault entrega vinte veículos elétricos ZOE para a Itaipu
 
A Itaipu Binacional adquiriu vinte Renault ZOE e conta agora com frota de cerca de cem veículos elétricos, utilizados em diferentes operações da empresa. Dentre eles está o Twizy, também da Renault, que faz parte de programa interno de compartilhamento de veículos. Apresentado em 2016 durante o Salão do Automóvel de Paris, o novo ZOE incorpora a bateria Z.E. 40, que proporciona uma autonomia duas vezes maior que a da primeira versão do veículo, lançado em 2012. Sua autonomia, de 400 quilômetros, é a maior oferecida por um veículo elétrico fabricado em larga escala.

De acordo com a Renault, o ZOE é um automóvel fácil de manobrar por ter chassi, direção, pneus e amortecedores adaptados às especificidades elétricas. O motor elétrico R90 entrega um torque máximo de 225 Nm em uma fração de segundo, permitindo acelerações e retomadas ágeis mesmo em baixa rotação. A aceleração vai de 0 a 50 km/h – faixa mais frequente em uso urbano – em 4 segundos.

Mercado crescente

A Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi já comercializou em todo o mundo cerca de 450 mil veículos elétricos. O Grupo Renault, isoladamente, é líder na comercialização de veículos elétricos na Europa. As vendas de veículos Zero Emissão da marca aumentaram 11% no ano passado, para 25,6 mil unidades. Só do ZOE, o elétrico mais vendido no velho continente, foram emplacadas 21,7 mil unidades.

No Brasil, a Renault realiza parcerias para desenvolver projetos ligados à mobilidade Zero Emissão, com um volume aproximado de 120 veículos elétricos comercializados no País até o momento.

Fonte : AutoIndústria