[ 22/5/2018 ]
Financiamento de carro tem alta de quase...

[ 22/5/2018 ]
Produção de ônibus cresce 53%...

[ 22/5/2018 ]
IPI dos veículos seguirá baseado na capa...

[ 22/5/2018 ]
Burocracia trava comércio exterior...

[ 22/5/2018 ]
Consumo brasileiro de aço mantém ritmo d...

[ 22/5/2018 ]
Consumo de gás natural aumenta 9% no tri...

[ 22/5/2018 ]
Volvo Cars amplia rede e anuncia cinco n...

[ 22/5/2018 ]
Sem avanço nas negociações, greve contin...

[ 22/5/2018 ]
Volkswagen Gol e Voyage chegam à linha 2...

[ 22/5/2018 ]
Paralisação de caminhoneiros contra alta...

[ 21/5/2018 ]
CEO da Volkswagen expõe apreensão com o ...

[ 21/5/2018 ]
Negociação sobre carros avança entre UE ...

[ 21/5/2018 ]
Trabalhador volta a ter força no berço d...

[ 21/5/2018 ]
Retomada econômica será a mais lenta da ...

[ 21/5/2018 ]
RenovaBio ainda enfrenta divergência qua...

[ 21/5/2018 ]
Volvo amplia capacidades de seus caminhõ...

[ 21/5/2018 ]
XC60 equaciona luxo, desempenho e tecnol...

[ 21/5/2018 ]
Fiat deixará de fabricar carros para mer...

[ 21/5/2018 ]
Uruguai possui trajeto completo de bomba...

[ 21/5/2018 ]
Volkswagen abre inscrições para o "Talen...




 

Data: 12/1/2018

Ford integra Waze no ecrã dos seus automóveis
 
A integração do ambiente do smartphone nos ecrãs dos automóveis foi um dos desenvolvimentos mais aclamados pelos utilizadores nos últimos tempos. A Ford acaba de dar um passo mais além com a replicação do interface do Waze nos seus automóveis.

A nova medida da Ford, que vai além da oferta do Apple CarPlay e do Android Auto cuja implementação está aquém do desejado, cativa muitos utilizadores . O Waze é tido por uma larga comunidade global como a melhor aplicação de navegação dados os alertas em tempo real sobre situações de trânsito e outras ocorrências na estrada.

A compatibilidade do Waze com os automóveis da Ford acontece nos modelos equipados com o sistema de comunicação, navegação, informação e entretenimento Sync 3 na versão 3.0. A integração da app de navegação requer ainda o sistema Ford AppLink.

Fonte : Mais Tecnologia/André Torre