[ 18/1/2019 ]
Kroschu integra Consórcio Modular da Vol...

[ 18/1/2019 ]
Sprinter é o comercial leve mais vendido...

[ 18/1/2019 ]
Marcas de luxo têm desempenho abaixo da ...

[ 18/1/2019 ]
Setor de aço prevê crescimento com maior...

[ 18/1/2019 ]
Atividade de transporte mostra desaceler...

[ 18/1/2019 ]
Financiamentos de pesados cresceram 26% ...

[ 18/1/2019 ]
PSA tem recorde mundial de vendas...

[ 18/1/2019 ]
UFSC de Joinville pode criar instituto f...

[ 18/1/2019 ]
Com setor automotivo otimista, é hora de...

[ 18/1/2019 ]
Carlos Ghosn ficará preso ao menos até m...

[ 17/1/2019 ]
Jeep mantém liderança no mercado de SUVs...

[ 17/1/2019 ]
Chassi de ônibus OF 1721 da Mercedes-Ben...

[ 17/1/2019 ]
"Países da UE se preparam para um possív...

[ 17/1/2019 ]
Bridgestone reforça presença no Sul...

[ 17/1/2019 ]
Duas décadas de estrada...

[ 17/1/2019 ]
Cummins intensifica ações na área social...

[ 17/1/2019 ]
Daimler Trucks investe em caminhões autô...

[ 17/1/2019 ]
Ford anuncia veículos com tecnologia C-V...

[ 17/1/2019 ]
Mudança no BMW Group Serviços Financeiro...

[ 17/1/2019 ]
HERE Technologies lança índice sobre mob...




 

Data: 14/3/2018

Volvo FE na medida para operações urbanas
 
Para minimizar as exaustivas manobras de entra e sai do caminhão na rotina dos serviços de distribuição urbana de carga do motorista, a Volvo Truck incorporou na linha FE cabine com acesso low-entry aliado ao sistema de ajoelhamento, semelhante aos usados por ônibus urbano.

A nova opção certamente é um alívio aos trabalhadores que muitas vezes têm de sair e entrar no caminhão por mais de cinquenta vezes ao dia. Na inédita versão, o primeiro degrau fica a apenas 530 milímetros do chão e com o sistema de rebaixamento ativado, 440 mm.

A segurança é ainda outro item adicional proporcionado pela cabine rebaixada. A partir de uma posição ao dirigir mais próxima do piso, o motorista ganha mais visibilidade ao redor do veículo.

“Enxergar o que está acontecendo em torno do caminhão e possibilitar contato visual com os usuários mais vulneráveis, como pedestres e ciclistas são desafios para operar com segurança no ambiente das cidades”, diz Anders Edenholm, gerente do segmento distribuição da Volvo Trucks.

No quesito visibilidade, a nova opção de cabine também inclui uma janelas extras no canto inferior das portas do veículo, o que naturalmente amplia a visão do condutor.

Além dos benefícios oferecidos pela cabine low-entry, a Volvo complementou o portfólio dos FE com opção de configuração para três passageiros e sistema de suspensão pneumática também para o banco do ajudante.

De acordo com a fabricante, as melhorias na segurança e no conforto da tripulação são demandas provenientes de mercados exigentes, nos quais os itens introduzidos passam a ser obrigatórios para contratos de serviços públicos em alguns locais.

Para os FE, a Volvo dispõe de ampla gama de configurações para o powertrain. Há motores a diesel de 250 a 350 cv, versões movidas a GNV ou biogás combinados com transmissão automatizada I-Shift da marca ou automática fornecida pela Allison. Os veículos podem ser 4×2 ou 6×2.

Fonte : Estadão