[ 20/11/2018 ]
Brasileiro, presidente do grupo Renault-...

[ 20/11/2018 ]
Financiamento de veículos novos e usados...

[ 20/11/2018 ]
Mercado de ônibus usados recua 4,35% no ...

[ 20/11/2018 ]
Regime automotivo Rota 2030 ainda depend...

[ 20/11/2018 ]
Mercado financeiro reduz expectativa de ...

[ 20/11/2018 ]
Litro da gasolina supera os R$ 7 em post...

[ 20/11/2018 ]
Emissão de carteira de motorista no Bras...

[ 20/11/2018 ]
O Opala completa 50 anos ...

[ 20/11/2018 ]
Mercado automotivo da China caminha para...

[ 20/11/2018 ]
Luta da China contra poluição torna palá...

[ 19/11/2018 ]
Montadoras iniciam teste de serviço de c...

[ 19/11/2018 ]
Setor automotivo foi o que mais recebeu ...

[ 19/11/2018 ]
Governo de São Paulo autoriza montadoras...

[ 19/11/2018 ]
Mercosul e União Europeia não superam im...

[ 19/11/2018 ]
Com guerra comercial, exportação brasile...

[ 19/11/2018 ]
Imposto de importação aumenta custos de ...

[ 19/11/2018 ]
Vendas de máquinas agrícolas registram a...

[ 19/11/2018 ]
Renault comemora 20 anos de fabricação d...

[ 19/11/2018 ]
JAC lança T50 e anuncia importação de pi...

[ 19/11/2018 ]
Mercedes-Benz tem 56% do mercado de ônib...




 

Data: 10/8/2018

VW Delivery prontos para trabalhar
 
Com o lançamento da nova linha Delivery, a Volkswagen Caminhões e Ônibus introduziu na oferta a possibilidade de o transportador levar o caminhão pronto para as operações de distribuição de carga urbana. Isso porque as versões Express e 4.150 podem ser adquiridos com a carroceria sobre chassi instalada como item de fábrica a partir de duas aplicações: baú ou carga seca.

Os implementos são o resultado de uma parceria com a Randon, que desenvolveu as carrocerias especialmente para os novos caminhões, como também oferece mais um argumento de venda para a fabricante. “Todo o processo é feito ao lado de nossa fábrica, e os clientes se beneficiam de uma entrega do produto mais rápida, sem se preocupar com a instalação da carroceria e com um custo do veículo completo mais competitivo”, diz Ricardo Yada, supervisor de marketing de produto da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Com entre-eixo de 3,6 metros, distância padrão de produção dos veículos, a caçamba carga seca tem 4,3 m de comprimentos, 2,2 m de largura e 0,4 m de altura, dimensões para atender, por exemplo, necessidades de casas de material de construção. Já o baú possui as mesmas dimensões de comprimento e largura, mas entrega 2,2 m de altura, o que cria um compartimento para acomodar os mais variados tipos de carga, especialmente as fracionadas.

A Volkswagen também oferece para ambos os veículos opcionais como câmera de ré, conveniência que seguramente oferece mais praticidade e segurança nas aplicações em ambiente urbano.

O Delivery Express ainda entrega algumas vantagens adicionais para os pequenos negócios. Por ser classificado como comercial leve, com peso bruto total para até 3.500 kg, sua condução não exige mais do que uma habilitação da categoria B do motorista, além de livre para circular em zonas de restrição de circulação de caminhões. Depois, apesar do visual de caminhão, paga pedágio de automóvel e pode ignorar as balanças nas estradas.

Fonte : Estradão