[ 18/1/2019 ]
Kroschu integra Consórcio Modular da Vol...

[ 18/1/2019 ]
Sprinter é o comercial leve mais vendido...

[ 18/1/2019 ]
Marcas de luxo têm desempenho abaixo da ...

[ 18/1/2019 ]
Setor de aço prevê crescimento com maior...

[ 18/1/2019 ]
Atividade de transporte mostra desaceler...

[ 18/1/2019 ]
Financiamentos de pesados cresceram 26% ...

[ 18/1/2019 ]
PSA tem recorde mundial de vendas...

[ 18/1/2019 ]
UFSC de Joinville pode criar instituto f...

[ 18/1/2019 ]
Com setor automotivo otimista, é hora de...

[ 18/1/2019 ]
Carlos Ghosn ficará preso ao menos até m...

[ 17/1/2019 ]
Jeep mantém liderança no mercado de SUVs...

[ 17/1/2019 ]
Chassi de ônibus OF 1721 da Mercedes-Ben...

[ 17/1/2019 ]
"Países da UE se preparam para um possív...

[ 17/1/2019 ]
Bridgestone reforça presença no Sul...

[ 17/1/2019 ]
Duas décadas de estrada...

[ 17/1/2019 ]
Cummins intensifica ações na área social...

[ 17/1/2019 ]
Daimler Trucks investe em caminhões autô...

[ 17/1/2019 ]
Ford anuncia veículos com tecnologia C-V...

[ 17/1/2019 ]
Mudança no BMW Group Serviços Financeiro...

[ 17/1/2019 ]
HERE Technologies lança índice sobre mob...




 

Data: 10/8/2018

Carteiras de financiamento de veículos somam R$ 182,2 bilhões
 
No primeiro semestre, segundo os dados divulgados no boletim da Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras- ANEF, os bancos de montadoras e as instituições financeiras liberaram R$ 57,3 milhões em crédito para a compra de veículos, na modalidade CDC, 27,7% superior ao registrado no mesmo período de 2017. No comparativo de junho, foram R$ 8,9 milhões neste ano, alta de 12,4% sobre os resultados de igual mês do exercício anterior.

Com os resultados, o saldo da carteira de financiamento de veículos via CDC soma R$ 178,8 bilhões, 13,4% de crescimento em 12 meses. Para o presidente da ANEF, Luiz Montenegro, a redução das taxas de juros dos bancos de montadoras, manutenção da Selic, do índice de inflação e do PIB para o ano, contribuem para o cenário positivo.

O desemprego no País também registrou queda, o que impacta na confiança do consumidor. De acordo com dados do IBGE, no segundo trimestre de 2018, o índice caiu para 12,4%, contra 13,1% do trimestre anterior e dos 13% de igual período de 2017.

Enquanto os financiamentos por CDC apresentam incremento, o leasing segue o oposto. No primeiro semestre, foram R$ 872 milhões liberados, 0,9% inferior ao mesmo período de 2017. Quando destacamos o mês, a queda é ainda maior: 11,4%.

Em valores, R$ 117 milhões liberados em junho de 2018, ante R$ 132 milhões, em igual mês do ano passado. O saldo da carteira totaliza R$ 3,4 bilhões, retração de 12,5% em 12 meses.

Taxas de Juros

A média da taxa de juros das instituições associadas à ANEF ficou em 1,35 ao mês e 17,74 ao ano, enquanto as taxas médias de mercado (https://www.modalmais.com.br/investimentos) ficaram em 1,67 e 22, respectivamente.

Os planos máximos de financiamento permanecem em 60 meses, enquanto o prazo médio das concessões aumentou de 41,9 em junho de 2017, para 43 no mesmo período de 2018.

Fonte : Último Instante