[ 8/3/2019 ]
Governo cobra da Ford solução para fábri...

[ 8/3/2019 ]
Foton inaugura nova revenda em São Paulo...

[ 8/3/2019 ]
Venda de importados cai 3% em fevereiro...

[ 8/3/2019 ]
Em São Bernardo, trabalhadores da Ford f...

[ 8/3/2019 ]
Caminhões e ônibus lideram venda de veíc...

[ 8/3/2019 ]
Roberto Cortes tem audiência com o gover...

[ 8/3/2019 ]
Volvo vai limitar carros a 180 km/h a pa...

[ 8/3/2019 ]
Chevrolet Cruze deixa de ser fabricado n...

[ 8/3/2019 ]
Toyota anuncia aposentadoria de Steve St...

[ 8/3/2019 ]
BYD Europa fornecerá 30 ônibus elétricos...

[ 7/3/2019 ]
Trabalhadores da Ford convocam protesto ...

[ 7/3/2019 ]
Vendas de caminhões avança 66% em fevere...

[ 7/3/2019 ]
Mercado de veículos usados segue em alta...

[ 7/3/2019 ]
Mercado reduz expectativa de crescimento...

[ 7/3/2019 ]
Conceito de Indústria 4.0 chega à linha ...

[ 7/3/2019 ]
Programa de inclusão social de Resende g...

[ 7/3/2019 ]
Volvo FH540 assume liderança das vendas ...

[ 7/3/2019 ]
Etios despenca nas vendas com chegada do...

[ 7/3/2019 ]
Bugatti lança o carro mais caro da histó...

[ 7/3/2019 ]
Quem é Carlos Ghosn, executivo brasileir...




 

Data: 13/9/2018

Venda de ônibus se mantém estável em agosto
 
No mês passado, as vendas de chassis somaram 1.568 unidades, em queda de 15% em relação a julho, com 1.844 veículos vendidos, mas estável em relação a agosto do ano passado, quando as entregas chegaram a 1.558 ônibus, leve crescimento de 0,6%.

O desempenho do segmento, porém, segue em contínua evolução no acumulado do ano. De janeiro a agosto, o mercado de ônibus absorveu 8.985 chassis, volume 16,7% superior ao apurado no mesmo período do ano passado, quando as entregas contabilizaram 7.697 unidades.

“É muito difícil avaliar pontualmente o resultado de um mês para o outro”, aponta Marco Saltini, vice-presidente da Anfavea e diretor da Volkswagen Caminhões e Ônibus, durante divulgação do balanço do setor automotivo, na primeira semana de setembro. “As vendas apresentam ritmo satisfatório de crescimento, o que reflete a melhoria no ambiente de negócio, mas infelizmente ainda bem inferior ao potencial do mercado e à capacidade que indústria pode produzir.”

Em agosto, saíram as linhas de montagem 2.988 chassis, altas de 4,5% sobre as 2.858 unidades produzidas em julho e de 36,3% na comparação com mesmo mês de 2017, com 2.192. Nos oito primeiros meses do ano, a produção acumula 20.779 unidades, evolução de 43,9% na comparação com volume produzido um ano antes, de 14.441 unidades.

O resultado das exportações também ajuda a explicar o comportamento de retomada do mercado interno. No acumulado do ano até agosto, o crescimento do embarque foi de 1,5% para 5.793 chassis contra 5.710 unidades exportadas um ano antes. O volume representa 27,9% do total da produção.

Fonte : Estradão