[ 20/2/2019 ]
Ford fecha fábrica de São Bernardo do Ca...

[ 20/2/2019 ]
Volkswagen lança T-Cross e anuncia retor...

[ 20/2/2019 ]
Balança comercial tem superávit de US$ 2...

[ 20/2/2019 ]
Governo de São Paulo lança plano para ap...

[ 20/2/2019 ]
Participação do consórcio nas vendas de ...

[ 20/2/2019 ]
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC manife...

[ 20/2/2019 ]
Ford Fiesta sai de linha este ano; fábri...

[ 20/2/2019 ]
Renault registra SUV cupê Arkana no Bras...

[ 20/2/2019 ]
BMW Group Brasil planeja ofensiva de pro...

[ 20/2/2019 ]
Novo T-Cross é mais caro que os rivais...

[ 19/2/2019 ]
Iveco ampliará rede de atendimento no Pa...

[ 19/2/2019 ]
Paccar apurou resultados recordes em 201...

[ 19/2/2019 ]
Economia perde ritmo e deve ter desempen...

[ 19/2/2019 ]
Investimentos em transportes avançam nos...

[ 19/2/2019 ]
Sem impostos, Cruze é mais barato aqui d...

[ 19/2/2019 ]
Fiat Mobi recebe pacote de personalizaçã...

[ 19/2/2019 ]
Daimler Trucks atinge recorde com veícul...

[ 19/2/2019 ]
Vendas de veículos na China recuam pelo ...

[ 19/2/2019 ]
Produtores de biodiesel defendem qualida...

[ 18/2/2019 ]
VWCO domina vendas de caminhões médios...




 

Data: 24/9/2018

Governo alemão e montadoras continuam conversas sobre diesel na próxima semana
 
Montadoras e representantes do governo alemão não conseguiram chegar a um acordo neste domingo sobre possíveis adaptações de hardware para veículos a diesel mais antigos, com o ministro de Transportes do país dizendo que as negociações devem prosseguir na próxima semana.

A reunião deste domingo ocorreu antes do término de um prazo no fim de setembro estabelecido pela chanceler alemã, Angela Merkel, para evitar a proibição de veículos mais antigos.

Diferenças de opinião entre conservadores e o Social Democrata sobre como lidar com o problema de carros a diesel com elevadas emissões de óxido de nitrogênio estremeceram a coalizão.

O Ministério de Meio Ambiente queria adaptações de hardware custando em torno de 3 mil euros por veículo em vez de ajustes no software de gerenciamento de motores, vistos como menos efetivos.

O ministro de Transporte, Andreas Scheuer, é a favor de incentivos para os motoristas de veículos a diesel mais antigos trocarem os automóveis por modelos mais novos para conter a poluição.

"Discussões com fabricantes alemãs ocorreram com mútua vontade para chegar a uma solução para o problema do diesel, bem como para a mobilidade dentro da cidade", afirmou Scheuer em comunicado após a reunião.

"Renovações da frota de veículos movidos a diesel é maior prioridade. Adaptações de hardware também foram discutidas", disse ele, sem fornecer detalhes sobre a natureza das conversas.

Scheuer ainda contou que haverá mais discussões na próxima semana no governo, bem como entre o Ministério de Transportes e as montadoras.

O encontro deste domingo também contou com a participação do presidente-executivo da Daimler, Dieter Zetsche.

"Queremos chegar a um resultado logo. Medidas e planos mais específicos devem ser elaborados até o fim da semana", afirmou Scheuer.

Fonte : Reuters/Christoph Steitz e Michelle Martin