[ 14/11/2018 ]
Com dívida de R$ 500 milhões, Grupo SHC,...

[ 14/11/2018 ]
SsangYong Brasil anuncia nova etapa de e...

[ 14/11/2018 ]
Movida tem lucro recorde no terceiro tri...

[ 14/11/2018 ]
Crise acelera aporte externo de múltis b...

[ 14/11/2018 ]
Volkswagen começará testes de ônibus híb...

[ 14/11/2018 ]
Hyundai Creta ganha versão automática ma...

[ 14/11/2018 ]
Volkswagen Caminhões lança o Delivery 13...

[ 14/11/2018 ]
Primeiro e-Delivery começa a operar no t...

[ 14/11/2018 ]
Butiques do salão têm presentes para tod...

[ 14/11/2018 ]
Mercedes-Benz amplia presença no Oriente...

[ 13/11/2018 ]
“2019 é o ano-chave para a Volkswagen do...

[ 13/11/2018 ]
Camex reduz tarifa de importação de auto...

[ 13/11/2018 ]
União Europeia frustra Mercosul em prime...

[ 13/11/2018 ]
Indústria automotiva espera manter cresc...

[ 13/11/2018 ]
Governo vai reformular seguro para expor...

[ 13/11/2018 ]
Dólar mais estável favorece mercado de i...

[ 13/11/2018 ]
Mercado reduz estimativa de inflação par...

[ 13/11/2018 ]
Scania e Sabesp demonstram ônibus movido...

[ 13/11/2018 ]
Saiba mais na hora de comprar um usado...

[ 13/11/2018 ]
Google revela montadoras mais procuradas...




 

Data: 8/11/2018

Grupo SHC pede recuperação judicial
 
O Grupo SHC, do empresário Sérgio Habib, entrou com pedido de recuperação judicial na cidade de São Paulo no dia 1º de novembro. A decisão, segundo nota divulgada pela empresa, foi motivada pela necessidade de buscar proteção judicial para uma repactuação de seu passivo junto a bancos, parceiros e fornecedores e, dessa forma, fortalecer a JAC Motors Brasil, sua principal operação.

Na nota, o SHC destaca a retração de 30% do mercado brasileiro de automóveis nos últimos sete anos e a queda de mais de 80% nas vendas da Citroën, que na época representava o principal negócio do grupo. “Como consequência, todas as concessionárias Citroën foram fechadas”, esclarece a nota. “Em paralelo, a JAC Motors, marca que o Grupo SHC representa no Brasil, celebra excelentes resultados em 2018, crescendo mais de 20% neste ano, enquanto o mercado global de automóveis aumentou as vendas em 14%”.

O objetivo do pedido de recuperação judicial é justamente o de preservar e potencializar a JAC Motors no Brasil. “Tomamos essa decisão, prevista em lei, para proteger a nossa companhia, nossos setecentos colaboradores e os mais de 100 mil clientes da marca”, disse Sergio Habib, presidente do Grupo SHC.

As atividades de importação, distribuição, vendas e pós-venda (garantia, manutenção e fornecimento de peças) da JAC Motors continuam inalteradas e preservadas, “à medida que a marca goza de um ambiente favorável e próspero no mercado brasileiro”, conclui a nota do Grupo SHC.

Fonte : AutoIndústria