[ 8/3/2019 ]
Governo cobra da Ford solução para fábri...

[ 8/3/2019 ]
Foton inaugura nova revenda em São Paulo...

[ 8/3/2019 ]
Venda de importados cai 3% em fevereiro...

[ 8/3/2019 ]
Em São Bernardo, trabalhadores da Ford f...

[ 8/3/2019 ]
Caminhões e ônibus lideram venda de veíc...

[ 8/3/2019 ]
Roberto Cortes tem audiência com o gover...

[ 8/3/2019 ]
Volvo vai limitar carros a 180 km/h a pa...

[ 8/3/2019 ]
Chevrolet Cruze deixa de ser fabricado n...

[ 8/3/2019 ]
Toyota anuncia aposentadoria de Steve St...

[ 8/3/2019 ]
BYD Europa fornecerá 30 ônibus elétricos...

[ 7/3/2019 ]
Trabalhadores da Ford convocam protesto ...

[ 7/3/2019 ]
Vendas de caminhões avança 66% em fevere...

[ 7/3/2019 ]
Mercado de veículos usados segue em alta...

[ 7/3/2019 ]
Mercado reduz expectativa de crescimento...

[ 7/3/2019 ]
Conceito de Indústria 4.0 chega à linha ...

[ 7/3/2019 ]
Programa de inclusão social de Resende g...

[ 7/3/2019 ]
Volvo FH540 assume liderança das vendas ...

[ 7/3/2019 ]
Etios despenca nas vendas com chegada do...

[ 7/3/2019 ]
Bugatti lança o carro mais caro da histó...

[ 7/3/2019 ]
Quem é Carlos Ghosn, executivo brasileir...




 

Data: 9/11/2018

Tesla nomeia substituta de Elon Musk na presidência do Conselho de Administração
 
A Tesla nomeou, nesta quinta-feira, Robyn Denholm como a nova presidente do Conselho de Administração, em substituição a Elon Musk, presidente-executivo da companhia, que foi forçado a deixar o cargo após um acordo com as autoridades reguladoras dos EUA. A nomeação de Denholm, que até agora era diretora financeira da Telstra, uma empresa de telecomunicações australiana, começa a vigorar imediatamente, disse a Tesla em um comunicado na noite de quarta-feira. Robyn já havia atuado no conselho de administração da Tesla até 2014.

O executivo foi processado pela Comissão de Títulos e Câmbio (SEC) dos Estados Unidos ao publicar em seu Twitter a informação de que teria fundos suficientes para tornar a empresa privada. A SEC disse que a afirmação era "falsa e enganosa", condenando Musk a pagar uma multa de US$ 20 milhões, além de renunciar ao cargo.

"Robyn tem uma vasta experiência em indústrias da tecnologia e automóveis, e ela fez contribuições significativas como membro do Conselho da Tesla ao longo dos últimos quatro anos, ajudando a nos tornar uma empresa rentável. Espero trabalhar ainda mais de perto com Robyn enquanto continuamos acelerando o advento da energia sustentável", disse Musk em nota sobre o anúncio.

Robyn assume a presidência de Tesla imediatamente e deixará seu cargo como diretora financeira da Telstra assim que seu período de aviso prévio com a empresa australiana vencer, disse a Tesla. Ela foi nomeada diretora financeira da Telstra em julho. A Tesla acrescentou que Denholm, uma das duas mulheres em seu conselho, servirá como presidente em tempo integral e será temporariamente demitida como presidente do comitê de auditoria da empresa até que deixe a Telstra.

"Gostaria de agradecer a Robyn por se juntar à equipe. Grande respeito. Estou muito ansioso para trabalharmos juntos", tuitou Musk.

Fonte : O Globo/Agências Internacionais