[ 8/3/2019 ]
Governo cobra da Ford solução para fábri...

[ 8/3/2019 ]
Foton inaugura nova revenda em São Paulo...

[ 8/3/2019 ]
Venda de importados cai 3% em fevereiro...

[ 8/3/2019 ]
Em São Bernardo, trabalhadores da Ford f...

[ 8/3/2019 ]
Caminhões e ônibus lideram venda de veíc...

[ 8/3/2019 ]
Roberto Cortes tem audiência com o gover...

[ 8/3/2019 ]
Volvo vai limitar carros a 180 km/h a pa...

[ 8/3/2019 ]
Chevrolet Cruze deixa de ser fabricado n...

[ 8/3/2019 ]
Toyota anuncia aposentadoria de Steve St...

[ 8/3/2019 ]
BYD Europa fornecerá 30 ônibus elétricos...

[ 7/3/2019 ]
Trabalhadores da Ford convocam protesto ...

[ 7/3/2019 ]
Vendas de caminhões avança 66% em fevere...

[ 7/3/2019 ]
Mercado de veículos usados segue em alta...

[ 7/3/2019 ]
Mercado reduz expectativa de crescimento...

[ 7/3/2019 ]
Conceito de Indústria 4.0 chega à linha ...

[ 7/3/2019 ]
Programa de inclusão social de Resende g...

[ 7/3/2019 ]
Volvo FH540 assume liderança das vendas ...

[ 7/3/2019 ]
Etios despenca nas vendas com chegada do...

[ 7/3/2019 ]
Bugatti lança o carro mais caro da histó...

[ 7/3/2019 ]
Quem é Carlos Ghosn, executivo brasileir...




 

Data: 9/11/2018

Recursos para compra de veículos superam R$ 90 bilhões
 
Os recursos liberados para a compra financiada de veículos superaram R$ 90 bilhões no período de janeiro a setembro deste ano, valor 24,9% superior ao registrado em igual período de 2017. Desse total, R$ 88,7 bilhões referem-se à modalidade CDC, Crédito Direto ao Consumido, que registrou alta de 25,4%, e o restante envolve operações de leasing.

Os dados, divulgados na quinta-feira, 8, pela Anef, Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras, indicam ainda que do total liberado para as operações de CDC, R$ 74,1 bilhões foram destinados a pessoas físicas, crescimento de 18,4% no ano. Outros R$ 14,6 bilhões foram destinados a pessoas jurídicas, volume 79,7% superior ao registrado no mesmo período de 2017.

Na avaliação do presidente da Anef, Luiz Montenegro, a proximidade do fim do ano impacta positivamente o ritmo das vendas. “O consumidor brasileiro finalmente está mais otimista”, comenta.

O saldo total das carteiras de veículos atingiu R$ 190,5 bilhões no acumulado até setembro, alta de 15,7% em comparação com os nove meses do ano passado. Considerando apenas o financiamento por CDC, o valor chega a R$ 187,1 bilhões e, desse montante, as pessoas físicas responderam por R$ 162,8 bilhões.

Os bancos continuam oferecendo prazo máximo de sessenta meses para a compra de veículos. O prazo médio das concessões, no entanto, está em 42,9 meses, um pouco superior ao registrado em setembro de 2017, que era de 42,2 meses.

Apesar do crescimento de quase 25% no volume de recursos liberados até setembro, a Anef mantém projeção de encerrar 2018 com alta de 15,1%. Quanto ao saldo de financiamento de veículos, a expectativa é de crescimento de 16,4% este ano.

Fonte : AutoIndústria