[ 8/3/2019 ]
Governo cobra da Ford solução para fábri...

[ 8/3/2019 ]
Foton inaugura nova revenda em São Paulo...

[ 8/3/2019 ]
Venda de importados cai 3% em fevereiro...

[ 8/3/2019 ]
Em São Bernardo, trabalhadores da Ford f...

[ 8/3/2019 ]
Caminhões e ônibus lideram venda de veíc...

[ 8/3/2019 ]
Roberto Cortes tem audiência com o gover...

[ 8/3/2019 ]
Volvo vai limitar carros a 180 km/h a pa...

[ 8/3/2019 ]
Chevrolet Cruze deixa de ser fabricado n...

[ 8/3/2019 ]
Toyota anuncia aposentadoria de Steve St...

[ 8/3/2019 ]
BYD Europa fornecerá 30 ônibus elétricos...

[ 7/3/2019 ]
Trabalhadores da Ford convocam protesto ...

[ 7/3/2019 ]
Vendas de caminhões avança 66% em fevere...

[ 7/3/2019 ]
Mercado de veículos usados segue em alta...

[ 7/3/2019 ]
Mercado reduz expectativa de crescimento...

[ 7/3/2019 ]
Conceito de Indústria 4.0 chega à linha ...

[ 7/3/2019 ]
Programa de inclusão social de Resende g...

[ 7/3/2019 ]
Volvo FH540 assume liderança das vendas ...

[ 7/3/2019 ]
Etios despenca nas vendas com chegada do...

[ 7/3/2019 ]
Bugatti lança o carro mais caro da histó...

[ 7/3/2019 ]
Quem é Carlos Ghosn, executivo brasileir...




 

Data: 14/11/2018

Mercedes-Benz amplia presença no Oriente Médio
 
A Mercedes-Benz embarca lote de quarenta caminhões Atego 1726 4×4 para a Abu Dhabi. Com o negócio, a fabricante de São Bernardo do Campo (SP) apura crescimento 30% nas remessas de veículos traçados para a capital do Emirados Árabes Unidos.

“Estamos alinhados com a nossa expectativa de aumento de 40% nas exportações de caminhões para as regiões do Oriente Médio e África, com venda de 350 unidades em 2018”, revela em nota Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

Os modelos seguem para Emirates Motor Company, concessionário local para oferta aos clientes que atuam no transporte de água, óleo e gás, serviços municipais, transferência de carga e construção civil.

Antes de serem embarcados, os modelos passam por adaptações específicas para atender às demandas da região, como pneus mais largos para enfrentar condições de deserto, escapamento vertical, iluminação de emergência no teto, além de instalar o idioma árabe no painel de instrumentos.

Para otimizar a logística, os embarques foram realizados em quatro lotes de dez unidades cada. O último deles ocorreu no início do mês.

Fonte : AutoIndústria