[ 20/2/2019 ]
Ford fecha fábrica de São Bernardo do Ca...

[ 20/2/2019 ]
Volkswagen lança T-Cross e anuncia retor...

[ 20/2/2019 ]
Balança comercial tem superávit de US$ 2...

[ 20/2/2019 ]
Governo de São Paulo lança plano para ap...

[ 20/2/2019 ]
Participação do consórcio nas vendas de ...

[ 20/2/2019 ]
Sindicato dos Metalúrgicos do ABC manife...

[ 20/2/2019 ]
Ford Fiesta sai de linha este ano; fábri...

[ 20/2/2019 ]
Renault registra SUV cupê Arkana no Bras...

[ 20/2/2019 ]
BMW Group Brasil planeja ofensiva de pro...

[ 20/2/2019 ]
Novo T-Cross é mais caro que os rivais...

[ 19/2/2019 ]
Iveco ampliará rede de atendimento no Pa...

[ 19/2/2019 ]
Paccar apurou resultados recordes em 201...

[ 19/2/2019 ]
Economia perde ritmo e deve ter desempen...

[ 19/2/2019 ]
Investimentos em transportes avançam nos...

[ 19/2/2019 ]
Sem impostos, Cruze é mais barato aqui d...

[ 19/2/2019 ]
Fiat Mobi recebe pacote de personalizaçã...

[ 19/2/2019 ]
Daimler Trucks atinge recorde com veícul...

[ 19/2/2019 ]
Vendas de veículos na China recuam pelo ...

[ 19/2/2019 ]
Produtores de biodiesel defendem qualida...

[ 18/2/2019 ]
VWCO domina vendas de caminhões médios...




 

Data: 14/11/2018

Mercedes-Benz amplia presença no Oriente Médio
 
A Mercedes-Benz embarca lote de quarenta caminhões Atego 1726 4×4 para a Abu Dhabi. Com o negócio, a fabricante de São Bernardo do Campo (SP) apura crescimento 30% nas remessas de veículos traçados para a capital do Emirados Árabes Unidos.

“Estamos alinhados com a nossa expectativa de aumento de 40% nas exportações de caminhões para as regiões do Oriente Médio e África, com venda de 350 unidades em 2018”, revela em nota Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas e marketing caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

Os modelos seguem para Emirates Motor Company, concessionário local para oferta aos clientes que atuam no transporte de água, óleo e gás, serviços municipais, transferência de carga e construção civil.

Antes de serem embarcados, os modelos passam por adaptações específicas para atender às demandas da região, como pneus mais largos para enfrentar condições de deserto, escapamento vertical, iluminação de emergência no teto, além de instalar o idioma árabe no painel de instrumentos.

Para otimizar a logística, os embarques foram realizados em quatro lotes de dez unidades cada. O último deles ocorreu no início do mês.

Fonte : AutoIndústria