[ 8/3/2019 ]
Governo cobra da Ford solução para fábri...

[ 8/3/2019 ]
Foton inaugura nova revenda em São Paulo...

[ 8/3/2019 ]
Venda de importados cai 3% em fevereiro...

[ 8/3/2019 ]
Em São Bernardo, trabalhadores da Ford f...

[ 8/3/2019 ]
Caminhões e ônibus lideram venda de veíc...

[ 8/3/2019 ]
Roberto Cortes tem audiência com o gover...

[ 8/3/2019 ]
Volvo vai limitar carros a 180 km/h a pa...

[ 8/3/2019 ]
Chevrolet Cruze deixa de ser fabricado n...

[ 8/3/2019 ]
Toyota anuncia aposentadoria de Steve St...

[ 8/3/2019 ]
BYD Europa fornecerá 30 ônibus elétricos...

[ 7/3/2019 ]
Trabalhadores da Ford convocam protesto ...

[ 7/3/2019 ]
Vendas de caminhões avança 66% em fevere...

[ 7/3/2019 ]
Mercado de veículos usados segue em alta...

[ 7/3/2019 ]
Mercado reduz expectativa de crescimento...

[ 7/3/2019 ]
Conceito de Indústria 4.0 chega à linha ...

[ 7/3/2019 ]
Programa de inclusão social de Resende g...

[ 7/3/2019 ]
Volvo FH540 assume liderança das vendas ...

[ 7/3/2019 ]
Etios despenca nas vendas com chegada do...

[ 7/3/2019 ]
Bugatti lança o carro mais caro da histó...

[ 7/3/2019 ]
Quem é Carlos Ghosn, executivo brasileir...




 

Data: 11/1/2019

Mustang SUV elétrico será revelado ainda em 2019
 
Mustang, SUV e elétrico, com autonomia para rodar cerca de 480 km com uma única carga das baterias. A Ford não poderia dar um tiro mais certeiro na fórmula de seu primeiro modelo 100% elétrico, que será apresentado nos EUA ainda neste ano. A marca não fez nenhum anúncio oficial a respeito, mas basta recapitular as recentes decisões da empresa para chegar a essa conclusão.

A mais emblemática foi divulgada em abril do ano passado. Na ocasião, a Ford informou que encerraria a produção, nos EUA, dos modelos Fiesta, Focus e Fusion, além do Taurus. A medida faz parte da estratégia para ampliar os investimentos em SUVs e picapes, de modo a ampliar a lucratividade da empresa.

Embora tenha registrado lucro líquido de US$ 1,74 bilhão em 2017, ante US$ 1,6 bilhão de 2016, a margem caiu de 6,4% para 5,2% no mercado norte-americano. A meta da Ford para 2020 é ampliar o lucro para 10% nos EUA e 8% globalmente.

Para chegar a esse resultado, a Ford deverá cortar US$ 25,5 bilhões em custos. O fim de linha dos quatro sedãs (e das versões hatch também de Fiesta e Focus) nos EUA faz parte dessa operação. Mais recentemente, a marca também comunicou que deixará de produzir a linha Focus na Argentina.

Uma imagem veiculada em setembro deu o primeiro indício de que a Ford fará um SUV elétrico do Mustang. A empresa confirmou que seu primeiro modelo 100% elétrico será lançado em 2020 e, no teaser, ficou claro que o visual seria inspirado no do Mustang. O desenvolvimento está a cargo da Ford Team Edson, divisão focada em projetos de carros elétricos.

Pela imagem é possível ver que o modelo está mais para um crossover. A linha do teto terá caída bastante pronunciada e atrás haverá as tradicionais lanternas de três tiras do Mustang.

Por ora, o projeto é identificado nos corredores da Ford pelo código CX430. Havia rumores de que o SUV inédito seria batizado de Mach 1, nome de uma das versões dos primeiros Mustang, mas isso não está confirmado. O novo modelo será feito a partir de uma variante da plataforma C2, a mesma do Focus, por exemplo.

Em outubro, um filme publicitário da Ford veiculado nos EUA revelou a silhueta do novo modelo. Primeiro aparece um Mustang antigo, depois, um da atual geração e, por fim, a imagem do inédito SUV elétrico.

A propulsão 100% elétrica fica clara por causa da dianteira, na qual não há grade. Trata-se de uma característica de veículos movidos a eletricidade, cujos motores não requerem tanta refrigeração quanto os a combustão interna.

No filme é possível perceber que os faróis são estreitos e feitos de LEDs e o capô é curvo. Além disso, o cavalo a galope, símbolo icônico do Mustang, surge iluminado na parte da frente do carro.

SUV elétrico é confirmado pela Ford

A informação derradeira que fecha esse quebra-cabeças foi divulgada na terça-feira, 8. E surgiu durante uma conversa na CES, feira de produtos eletrônicos em Las Vegas, EUA, entre o Diretor Global de Desenvolvimento de Produto para Veículos Elétricos da Ford, Darren Palmer, e um grupo de jornalistas.

Segundo o executivo, que faz parte do Team Edson, o primeiro carro 100% elétrico da Ford será anunciado neste ano e lançado em 2020. Ele confirmou que o modelo será um SUV “altamente desejável e aspiracional.” De acordo com Palmer, o objetivo da Ford não é fazer apenas o melhor elétrico, mas o “melhor carro” de modo geral. “Isso vai ajudar a popularizá-lo. (O elétrico) é o futuro automotivo”, diz.

Palmer afirma ainda que, para ser bem aceito, um modelo elétrico deve ter autonomia de, pelo menos, 300 milhas (cerca de 480 km). “Nós atingimos o ponto em que podemos entregar o que o consumidor precisa”, garante.

Fonte : Jornal do Carro/Tião Oliveira