[ 8/3/2019 ]
Governo cobra da Ford solução para fábri...

[ 8/3/2019 ]
Foton inaugura nova revenda em São Paulo...

[ 8/3/2019 ]
Venda de importados cai 3% em fevereiro...

[ 8/3/2019 ]
Em São Bernardo, trabalhadores da Ford f...

[ 8/3/2019 ]
Caminhões e ônibus lideram venda de veíc...

[ 8/3/2019 ]
Roberto Cortes tem audiência com o gover...

[ 8/3/2019 ]
Volvo vai limitar carros a 180 km/h a pa...

[ 8/3/2019 ]
Chevrolet Cruze deixa de ser fabricado n...

[ 8/3/2019 ]
Toyota anuncia aposentadoria de Steve St...

[ 8/3/2019 ]
BYD Europa fornecerá 30 ônibus elétricos...

[ 7/3/2019 ]
Trabalhadores da Ford convocam protesto ...

[ 7/3/2019 ]
Vendas de caminhões avança 66% em fevere...

[ 7/3/2019 ]
Mercado de veículos usados segue em alta...

[ 7/3/2019 ]
Mercado reduz expectativa de crescimento...

[ 7/3/2019 ]
Conceito de Indústria 4.0 chega à linha ...

[ 7/3/2019 ]
Programa de inclusão social de Resende g...

[ 7/3/2019 ]
Volvo FH540 assume liderança das vendas ...

[ 7/3/2019 ]
Etios despenca nas vendas com chegada do...

[ 7/3/2019 ]
Bugatti lança o carro mais caro da histó...

[ 7/3/2019 ]
Quem é Carlos Ghosn, executivo brasileir...




 

Data: 15/1/2019

Granero renova a frota com 10 VW Constellation 15.190
 
A Granero, empresa especializada em mudanças comerciais, residenciais, armazenagem e serviços de transporte, comprou dez novos Volkswagen Constellation 15.190 para renovar a sua frota. Eles rodarão, em média, 17 mil quilômetros por mês e substituirão os 12.140 – para ampliar a capacidade de carga da transportadora.

“A estratégia é que cada baú leve a mudança de mais de uma residência, oferecendo aos clientes o melhor custo-benefício”, destaca o diretor de franquias da Granero Transportes, Everton Granero.

Segundo Granero, os VW são aliados da transportadora há mais de trinta anos. “Nossa relação com a marca é excelente. A rede de concessionárias oferece uma boa assistência em todos os Estados e os profissionais elogiam os veículos”, conta Everton Granero, diretor de Franquias da Granero Transportes.

A preferência pela marca se mantém, mas negócios de sua empresa vêm mudando muito ao longo desse período. “As cargas eram mais volumosas, havia móveis antigos que passavam de geração para geração. Hoje há cada vez mais pessoas morando em apartamentos, a mobília é embutida e muitas vezes deixada para trás após a mudança das famílias”, explica.

Fonte : Frota e Cia