[ 8/3/2019 ]
Governo cobra da Ford solução para fábri...

[ 8/3/2019 ]
Foton inaugura nova revenda em São Paulo...

[ 8/3/2019 ]
Venda de importados cai 3% em fevereiro...

[ 8/3/2019 ]
Em São Bernardo, trabalhadores da Ford f...

[ 8/3/2019 ]
Caminhões e ônibus lideram venda de veíc...

[ 8/3/2019 ]
Roberto Cortes tem audiência com o gover...

[ 8/3/2019 ]
Volvo vai limitar carros a 180 km/h a pa...

[ 8/3/2019 ]
Chevrolet Cruze deixa de ser fabricado n...

[ 8/3/2019 ]
Toyota anuncia aposentadoria de Steve St...

[ 8/3/2019 ]
BYD Europa fornecerá 30 ônibus elétricos...

[ 7/3/2019 ]
Trabalhadores da Ford convocam protesto ...

[ 7/3/2019 ]
Vendas de caminhões avança 66% em fevere...

[ 7/3/2019 ]
Mercado de veículos usados segue em alta...

[ 7/3/2019 ]
Mercado reduz expectativa de crescimento...

[ 7/3/2019 ]
Conceito de Indústria 4.0 chega à linha ...

[ 7/3/2019 ]
Programa de inclusão social de Resende g...

[ 7/3/2019 ]
Volvo FH540 assume liderança das vendas ...

[ 7/3/2019 ]
Etios despenca nas vendas com chegada do...

[ 7/3/2019 ]
Bugatti lança o carro mais caro da histó...

[ 7/3/2019 ]
Quem é Carlos Ghosn, executivo brasileir...




 

Data: 7/3/2019

Mercado de veículos usados segue em alta
 
Com dois dias úteis a menos, fevereiro teve desempenho 3,8% abaixo do registrado em janeiro no mercado de veículos usados, mas no comparativo com o mesmo mês de 2018 verificou-se evolução de 13,5%. Foram comercializadas 1.119.477 unidades, ante às 986,3 mil de fevereiro do ano passado.

No acumulado do ano, as vendas atingiram 2,28 milhões unidades, contra cerca de 2,13 milhões nos primeiros dois meses de 2018. Os dados divulgados nesta quarta-feira, 6, pela Fenauto, entidade que representa o setor de lojistas multimarcas de veículos seminovos e usados, mostram uma retomada desse mercado, que no ano passado ficou praticamente estável em relação ao ano anterior.

O segmento de seminovos, aqueles com até três anos de uso, continua apresentando resultado inferior ao da média do mercado. No acumulado do bimestre foram comercializadas 377.308 dessas unidades, 8,7% a menos do que as 413.360 de idêntico período de 2018. Mas o bom movimento nos demais segmentos tem garantido a expansão dos negócios como um todo.

“Diante dos resultados obtidos neste início de ano continuamos mantendo um otimismo moderado para o comportamento do mercado de usados, com uma atenção especial ao nível de confiança do consumidor”, comentou Ilídio dos Santos, presidente da entidade.

Ele destacou as vendas na região Nordeste, que anotaram alta de 18,3%, um resultado expressivamente acima da média nacional no acumulado do ano. “Essa boa performance do Nordeste parece revelar uma tendência positiva interessante que também devemos acompanhar de perto”, ressaltou Santos.

Na região Sudeste as transações com usados cresceram 6,4% no bimestre e na Centro-Oeste, 9,6%. A região com pior desempenho foi a Sul, com alta de apenas 1,6%, enquanto no Norte houve expansão de 5,7%.

Fonte : AutoIndústria