[ 19/7/2017 ]
FUNDAÇÃO MARCOPOLO INTENSIFICA AÇÕES DE ...

[ 18/7/2017 ]
DANA CONQUISTA PRÊMIO EXPORTAÇÃO RS 2017...

[ 18/7/2017 ]
SAINT-GOBAIN AUTOVER BRASIL AMPLIA REDE ...

[ 18/7/2017 ]
CORREDOR VERDE DA METRA É DESTAQUE DE SU...

[ 13/7/2017 ]
ELETRA PREVÊ EVOLUÇÃO DO TRANSPORTE COLE...

[ 3/7/2017 ]
NEOBUS ENTREGA 13 ÔNIBUS MEGA PLUS PARA ...

[ 30/6/2017 ]
COMEÇAM OS TRABALHOS DO [E] LAB – EXPERI...

[ 28/6/2017 ]
DIRETORA DA METRA PARTICIPARÁ DO 21º CON...

[ 26/6/2017 ]
CENTRO OPERACIONAL DA METRA TORNA VIAGEN...

[ 13/6/2017 ]
METRA CONSCIENTIZA ESTUDANTES SOBRE A PR...




EMTU E CONCESSIONÁRIA METRA PROMOVEM EVENTO INÉDITO NO BRASIL DE INCENTIVO A SOLUÇÕES INOVADORAS PARA O TRANSPORTE PÚBLICO METROPOLITANO
A 1ª Hackatona Metropolitana EMTU-Metra terá a participação de jovens que se reunirão durante um fim de semana em busca de soluções para mobilidade nas cinco regiões metropolitanas de São Paulo

Nos dias 18 e 19 de março, a sede da EMTU, no bairro Planalto, em São Bernardo do Campo, vai abrigar uma verdadeira maratona em que grupos de programadores, designers ou técnicos das áreas de inovação e tecnologia vão se reunir durante um fim de semana inteiro. O objetivo é desenvolver, em 34 horas ininterruptas, propostas de solução para um determinado problema de mobilidade.

A Hackatona Metropolitana EMTU-Metra, 26ª realizada em todo o mundo e a primeira no Brasil dedicada ao transporte público, terá como tema “O Transporte Público Sustentável e Acessível Como Centro das Soluções de Mobilidade Multimodal”. Conta com apoio da União Internacional do Transporte Público (UITP) e da Fundação Youth for Public Transport (Y4PT).

Algumas categorias são consideradas obrigatórias e devem ser desenvolvidas na Hackatona de São Paulo, de acordo com os parâmetros da UITP: principal desafio do transporte local, promoção do transporte público e mobilidade saudável. Estima-se a participação de 50 pessoas, divididas em grupos de três a cinco integrantes maiores de 18 anos (único pré-requisito).

Inscrição e regulamento

As inscrições estão abertas e devem ser realizadas exclusivamente por meio do preenchimento de formulário publicado no link http://bit.ly/2m7YMG6 ; site da EMTU (http://www.emtu.sp.gov.br); Metra (HTTP://www.metra.com.br); UITP (http://www.uitp.org.br); Facebook (http://www.facebook.com/emtusp.oficial%20www.flickr.com/photos/emtu_oficial) e nas mídias sociais até 13/03. O regulamento completo também está disponível nesses endereços.

Três semifinalistas, escolhidos por uma comissão de profissionais da EMTU e da Metra, apresentarão suas propostas em 23 de março durante a Semana UITP América Latina, que acontecerá no Centro Britânico Brasileiro, na capital paulista. Essas três equipes já terão um “prêmio” antecipado com a criação de uma incubadora (startup) por um período de até seis meses. Será permitido aos integrantes darem prosseguimento às ideias apresentadas dentro de um ambiente com a infraestrutura necessária a ser disponibilizada por técnicos da EMTU.

A escolha do grupo vencedor entre os três semifinalistas ocorrerá durante a Semana UITP América Latina. O grupo ganhador nomeará um dos integrantes para participar da Hackatona Mundial, durante o Congresso Mundial da UITP, entre 15 e 17 de maio em Montreal, no Canadá.

Dados disponibilizados

Os “hackatonistas” desenvolverão seus projetos a partir de dados do transporte público disponibilizados pela EMTU e concessionária Metra.

Profissionais das duas empresas serão os mentores das equipes durante o evento, realizando também um trabalho preparatório para fornecer conteúdo introdutório e auxiliar no manuseio dos dados. Essa interação proporcionará uma troca de experiências entre pessoas especializadas em transporte público e a visão de jovens de fora do segmento.

Afinal, o que é uma Hackatona?

“Hackatona” (vocábulo que mistura as palavras hacker e maratona) é uma atividade intensiva em que um conjunto de pessoas (programadores, designers e técnicos) da área de inovação e tecnologia se reúnem intensivamente com o objetivo de desenvolver em curto espaço de tempo uma solução ou proposta de solução para um problema de mobilidade específico proposto.

A meta é entregar um protótipo, ou uma prova de conceito de uma possível solução. Não se espera que o resultado seja o produto ou sistema concluído, mas que ele contenha as características principais que permitam comprovar sua aplicação prática.

Ao término do período proposto o resultado desenvolvido é apresentado a uma comissão julgadora e aos demais participantes. São escolhidas as melhores soluções para premiação ou para o apoio à continuidade do projeto.

É comum que não se aceitem soluções completas ou parcialmente pré-desenvolvidas, permitindo assim que a realização aconteça ao longo do evento. Recursos chaves, como dados e internet, são oferecidos aos participantes, e o resultado final pode ser disponibilizado para a comunidade.

EMTU e Metra

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU/SP) é vinculada à Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos (STM). Fiscaliza e regulamenta o transporte metropolitano nas cinco Regiões Metropolitanas do Estado de São Paulo: São Paulo, Campinas, Sorocaba, Baixada Santista e Vale do Paraíba/Litoral Norte. Essas cinco áreas somam 133 municípios.

A concessionária Metra, empresa do Grupo Auto Viação ABC, opera 13 linhas metropolitanas no Corredor ABD (São Mateus-Jabaquara) e em sua extensão Diadema-Brooklin.

Serviço
1ª Hackatona Metropolitana da EMTU-Metra
Data: 18 e 19/03
Horário: das 8h de sábado (18) às 18h de domingo (19)
Local: sede da EMTU em São Bernardo do Campo
Endereço: Rua Joaquim Casemiro, 290, bairro Planalto

Fonte : Secco Consultoria de Comunicação