[ 17/10/2017 ]
MARCOPOLO ENTREGA 25 ÔNIBUS TORINO PARA ...

[ 16/10/2017 ]
O ÔNIBUS E O TRANSPORTE COLETIVO SUSTENT...

[ 10/10/2017 ]
ÔNIBUS MARCOPOLO REFORÇAM TRANSPORTE EM ...

[ 3/10/2017 ]
METRA E EMTU PROMOVEM CAMPANHA OUTUBRO R...

[ 27/9/2017 ]
GUERINO SEISCENTO ADQUIRE NOVOS ÔNIBUS U...

[ 22/9/2017 ]
EM APOIO À SEMANA DA MOBILIDADE 2017, ME...

[ 21/9/2017 ]
ELETRA APRESENTA NO SALÃO LATINO AMERICA...

[ 20/9/2017 ]
NA SEMANA DA MOBILIDADE, METRA TRANSPORT...

[ 11/9/2017 ]
NEOBUS REFORÇA PRESENÇA DA MARCA NO RIO ...

[ 30/8/2017 ]
NEOBUS EXPÕE MEGA BRT E REFORÇA LIDERANÇ...




TURBO HONEYWELL PARA CAMINHÕES E ÔNIBUS PROPORCIONA MELHOR DESEMPENHO E MENOR CUSTO SEM APLICAÇÃO DE TITÂNIO
Linha disponível na reposição, para veículos Mercedes-Benz, Volvo e Scania, conta com tecnologia Boreless e tem maior vida útil

A Honeywell Transportation Systems desenvolveu uma tecnologia, já em aplicação em sua linha de turbos Garrett para caminhões e ônibus, que resulta em melhor desempenho e maior vida útil sem a utilização de materiais caros como o titânio. Diferentemente dos rotores convencionais (onde há um furo que passa por toda a peça), essa tecnologia elimina o furo passante do eixo que fixa o rotor do compressor ao rotor de turbina e possibilita a utilização do alumínio fundido ou fresado, solução mais econômica que o titânio usado por outros fabricantes de turboalimentadores.

Atualmente, a tecnologia Boreless é aplicada nos turboalimentadores Honeywell fornecidos para caminhões e ônibus das montadoras Scania e Volvo. A Honeywell também comercializa produtos com essa tecnologia para aplicações Mercedes-Benz na reposição, para os motores OM924LA e OM457LA.

O projeto diferenciado proporciona melhor compromisso para aspectos aparentemente conflitantes: durabilidade e confiabilidade excepcionais, sem a utilização de materiais extremamente caros. Sabe-se que o eixo do turbo e os rotores nele montados giram em rotações extremamente elevadas, perto de 120.000 rpm, no caso de caminhões extra-pesados. Assim, os rotores estão sujeitos a uma força centrífuga extremamente elevada, que tem seu valor máximo na região de maior diâmetro.

No turbo Boreless, a região sujeita à maior força centrífuga (a de maior diâmetro do rotor), não possui o furo passante. Esse recurso reduz de maneira significativa as tensões no componente, aumentando sua resistência à fadiga e sua durabilidade, mesmo com a utilização de material mais comum e que proporciona custo mais acessível, como o alumínio.

Adicionalmente, devido à menor densidade do alumínio em relação ao titânio, reduz-se também a inércia do turbo. Isso proporciona acelerações e respostas mais rápidas, economia de combustível e menor emissão de poluentes. Outro ponto importante é que, devido a repostas mais rápidas do motor, a exigência no sistema de embreagem no momento da arrancada e das trocas de marcha é menor, prolongando sua vida.

Os turbos com tecnologia Boreless estão disponíveis tanto na linha original Garrett quanto na linha Reman Original Garrett, lançada pela empresa e composta por componentes remanufaturados, com garantia de fábrica idêntica à das peças novas e preço de custo inferior ao de um componente OKM.

Fonte : Secco Consultoria de Comunicação