[ 19/6/2018 ]
EXPRESSO BIAGINI RENOVA FROTA COM ÔNIBUS...

[ 18/6/2018 ]
NEOBUS CRIA FILIAL EM SÃO PAULO PARA CRE...

[ 18/6/2018 ]
ELETRA REALÇA A IMPORTÂNCIA DA ELETROMOB...

[ 4/6/2018 ]
EM COMEMORAÇÃO AO DIA MUNDIAL DO MEIO AM...

[ 29/5/2018 ]
MAIS ÔNIBUS ELÉTRICOS GARANTIRIAM PADRÃO...

[ 28/5/2018 ]
FERODO AMPLIA PRESENÇA NO BRASIL COM LIN...

[ 25/5/2018 ]
MARCOPOLO SUSPENDERÁ ATIVIDADES ENTRE OS...

[ 24/5/2018 ]
SBCTRANS ADOTA MUDANÇAS EM SUA FROTA PAR...

[ 24/5/2018 ]
METRA REALIZA AÇÃO PARA PREVENIR ACIDENT...

[ 22/5/2018 ]
CORPUS RECEBE, NA CHINA, PRIMEIROS CAMIN...




VOLARE CRESCE QUASE 20% NO SEGMENTO DE VAREJO E AMPLIA LIDERANÇA NO MERCADO BRASILEIRO DE MINIÔNIBUS
Desempenho reforça participação acima de 50% de market-share

Com a venda de 1.215 veículos em 2017, que resultou no crescimento de 19,94% em comparação com as 1.013 unidades registradas no ano anterior, a Volare ampliou a sua liderança no mercado brasileiro de micro-ônibus e atingiu participação de 52,7%.

O desempenho alcançado foi acima das expectativas e do crescimento de 14% registrado pelo mercado brasileiro, com 2.304 unidades, em 2017, contra 2.021, no ano anterior), informa João Paulo Ledur, diretor do Negócio Volare. Segundo o executivo, o aumento da demanda foi consequência da maior aplicação dos veículos nos segmentos de fretamento e turismo que têm optado por modelos com dimensões ideais para o deslocamento de pequenos grupos mantendo as suas características de conforto e praticidade.

João Paulo Ledur esclarece que o crescimento dos negócios não inclui a participação da fabricante no programa do Governo Federal Caminho da Escola, para fornecimento de miniônibus para o transporte escolar. “Fomos responsáveis por 253 unidades neste segmento de um total do mercado brasileiro de 681, o que representa a participação de 37,2%. Acredito que em 2018 haverá um significativo crescimento nesse setor”, ressalta Ledur.

O programa de exportações contribuiu para os resultados da Volare, com destaque para o Chile, responsável por mais de 65% das vendas. Foram comercializadas 370 unidades no mercado externo contra 430 veículos no mesmo período de 2016, com retração de 14%, mas acima da média histórica em torno de 350 unidades.

“Também nas exportações o volume de vendas foi muito bom e alcançamos o nosso terceiro melhor ano em toda a história da marca, além de abrir novos mercados, como a Jordânia, no Sudoeste Asiático, e Costa do Marfim e Burkina Faso, na África. Exportamos menos do que no ano passado, mas crescemos 55% em relação a 2015, e 108%, em relação a 2014”, finaliza Ledur.

Crédito da imagem: Julio Soares

Fonte : Secco Consultoria de Comunicação